Ganhar Dinheiro Valderlei de Jesus

Como criar um blog de sucesso: Um guia passo-a-passo SIMPLES para você criar um blog de sucesso e REALMENTE ganhar dinheiro na internet.

Como criar um blog de sucesso: Um guia passo-a-passo SIMPLES para você criar um blog de sucesso e REALMENTE ganhar dinheiro na internet.

Nesse artigo você vai aprender como criar um blog de sucesso e realmente ganhar dinheiro na internet a partir de seu blog.

Ganhar a vida como blogueiro tem sido o desejo de muitas pessoas por aí. Porém, a verdade é que poucos são aqueles que, de fato, conseguem. Mas, fique comigo que você vai aprender como criar um blog de sucesso e ganhar de verdade na internet ainda em 2017.

Como um blogueiro, você poderá ganhar renda passiva, o que significa que seu dinheiro vai continuar fluindo mesmo quando você estiver dormindo, viajando ou relaxando com a família ou os amigos.

Uma das coisas mais importante que aprendi nos últimos anos é que você não deve vender seu tempo por dinheiro se você quiser realmente ser financeiramente independente.

No seu emprego, talvez, você trabalha das 9 às 18 (ou coisa parecida) e ganha um determinado salário por seu tempo.

Quando você cria uma ou várias fontes de renda passiva você não precisa vender seu tempo. É isso que um blog pode nos proporcionar.

Além do mais, blog significa que você começa a ganhar dinheiro por escrever sobre um tema que você acha fascinante e você ainda pode chegar a se tornar uma celebridade em seu nicho escolhido.

Você realmente ganha dinheiro para fazer algo que gosta. Você pode ganhar muito dinheiro com seu blog.

Se um blog decola e se torna realmente bem-sucedido, em teoria, você pode ganhar milhares por dia. É incrivelmente escalável e não há limites para o quanto você pode ganhar na internet se criar um blog de sucesso. Tudo vai depender da sua imaginação e estratégia.

Qual é a desvantagem?

Não é fácil. Trata-se de trabalhar duro e de forma inteligente, agora, para que você possa colher os benefícios mais tarde.

Se você é realmente iniciante você vai trabalhar muito e ver pouco ou nenhum resultado. E você vai pensar em desistir muitas vezes. Se você for um derrotado, não terá problemas com isso. Você só vai pensar em desistir uma única vez.

Muitas pessoas que tentam ganhar dinheiro com blogs estão no caminho errado, elas pensam que podem apenas escrever alguns posts em uma base semirregular e isso será suficiente para garantir seu sucesso.

Como criar um blog de sucesso.

Como criar um blog de sucesso

Como criar um blog de sucesso: Um guia passo-a-passo SIMPLES para você criar um blog de sucesso e REALMENTE ganhar dinheiro na internet.

Na realidade, você precisa abordar seu trabalho com blogs como um trabalho em tempo integral se você quiser que seja sua principal fonte de renda.

Em outras palavras, se você quiser que este seja seu trabalho em tempo integral, é melhor tratá-lo como tal.

Isso significa trabalhar duro e compartilhar o máximo de conteúdo possível, investindo uma quantidade decente de tempo e / ou dinheiro na criação de um belo design para começar.

Ao mesmo tempo, porém, também significa ser inteligente sobre como você está construindo o seu blog e isso significa usar estratégias para que você obtenha muito mais benefício do trabalho que você está empregando em seu novo blog.

Fazer isso corretamente, aplicar estratégias inteligentes pode economizar anos que levará para você chegar ao número um no seu nicho.

Acha que isso não pode ser feito?

Pensa que ganhar dinheiro com blog é um acaso em um milhão e que acontece somente com celebridades?

Pense de novo!

Criar um blog de sucesso realmente não é fácil. Mas é possível.

As estatísticas mostram que blogs podem ser um uso altamente rentável do seu tempo.

A estatísticas e por que você deve cuidar delas.

Os comerciantes que confiam em seus blogs fazem 13X mais dinheiro do que aqueles que não confiam;

As empresas com blogs recebem mais 97% de links para seu site;

Blogs são a 5ª fonte mais confiável de informações precisas online;

81% dos consumidores confiam nas informações que recebem dos blogs;

Bem mais de 150 milhões de pessoas nos EUA sozinho leem blogs regularmente;

23% do tempo na internet é gasto em blogs;

61% dos clientes dos EUA fazem compras através de blogs;

O marketing de conteúdo ganha cada vez mais força e já é, agora, mais poderoso do que pura SEO.

Como você pode ver, o blog é uma ferramenta com a qual você pode contar ao seu favor para criar renda passiva. É hora de você pegar um pedaço dessa torta! E aqui você vai aprender como criar um blog rentável e fatura alto.

O que você aprenderá neste guia.

Se você ainda está lendo, então você provavelmente está animado com a perspectiva de se tornar um “blogueiro de carreira” e você provavelmente não pode esperar para começar a ganhar dinheiro com as vendas de e-books, cursos online e ou consultoria através de seu blog de autoridade online.

Felizmente, você está no lugar certo e este guia servirá como seu plano para garantir que todo o seu trabalho seja focado nas coisas certas.

No final deste longuíssimo texto, você terá aprendido:

Como escolher um nicho rentável para você trabalhar;

Como criar um blog deslumbrante e de valor para seus visitantes;

Como trabalhar com terceirizados;

Como adicionar recursos avançados;

Como criar conteúdo que as pessoas vão querer ler;

Como garantir um fluxo contínuo de novos posts regularmente;

Como diminuir o tempo de crescimento do seu blog com o marketing de conteúdo influenciador e outras técnicas;

Como manter a disciplina para continuar escrevendo;

Como monetizar seu blog para que você ganhe o máximo;

Como usar as melhores ferramentas para blogueiros e webmasters;

E muito mais…

Então você tem as informações estabelecidas… não há nada a fazer por agora, mas comece a ler e, em seguida, comece sua jornada para blogar com autoridade!

Eu vou ensinar a você como criar um blog lucrativo. Vou mostrar o caminho. Mas devo avisar: este caminho não é uma linha reta em um chão macio.

Se você é mais um entusiasta do ganhar dinheiro fácil. Saia já desse artigo. Pois eu, definitivamente, não posso ajudar você com isso.

Mas se você está comprometido, então, continue comigo.

Passo 1: Escolha o nicho de atuação do seu blog.

Escolha o nicho de atuação do seu blog.

Escolha o nicho de atuação do seu blog.

Ao criar seu blog, faz parte do planejamento escolher um nicho. Para aqueles que não estão familiarizados com a linguagem, um ‘nicho’ significa basicamente um assunto ou um tópico.

Esta é a área de interesse que seu blog vai se concentrar e é sobre o que você vai escrever numa base regular.

Isso pode soar como um trabalho fácil. Mas não se engane. Escolher seu nicho é realmente algo que você deve considerar com muito cuidado. Fazer isso corretamente pode tornar sua vida muito mais fácil, ao escolher mal seu nicho pode torná-la quase impossível para você alcançar o sucesso que está procurando.

Vamos ver algumas considerações que você precisa ter em mente quando escolher o seu nicho de atuação.

Escolha um assunto que você gosta

A dica número um é sempre escolher um nicho que você gosta de ler e escrever sobre. Algo pelo o qual você tenha algum interesse.

Lembre-se quando dissemos que seria essencialmente preciso que se tornasse sua carreira em tempo integral, se você quer ser muito bem-sucedido.

Bem, então você tem que perguntar a si mesmo: você vai ser feliz pesquisando e escrevendo sobre esse tema em uma base regular?

Muitas pessoas escolhem o nicho pensando apenas no dinheiro. Depois se arrependem miseravelmente. Pois elas começam a se sentirem presas nesse trabalho, mais do que em seus empregos. Escrever sobre algo que você não gosta é o mesmo que ir todos os dias para um emprego que você odeia.

Escrever em blog será muito mais fácil se você estiver bem versado no assunto. Você precisará fazer menos pesquisa e, ao mesmo tempo, você vai achar muito mais fácil chegar a novos tópicos interessantes que as pessoas que gostam do assunto estarão interessadas ​​em ler a respeito.

Além do mais, sua paixão virá através do conteúdo e as pessoas serão muito mais inclinadas a ler mais do que você tem a dizer quando você é apaixonado pelo aquilo sobre o qual escreve.

Mesmo se você planeja terceirizar a produção de conteúdo, conhecer o nicho que você vai escolher irá ajudá-lo a se sentir animado sobre seu site e, principalmente, verificar a exatidão e a utilidade e ou qualidade do conteúdo que você está recebendo.

Em última análise, a escolha de um nicho só porque alguns ‘gurus’ dizem que é rentável é uma via rápida para se tornar entediado e desiludido e, finalmente, desistir.

Se você tiver que escrever para seu blog por obrigação, sem nenhuma identificação com o nicho escolhido é melhor ficar no seu emprego.

Popularidade

Ao escolher o nicho que vai atuar, você precisa pensar sobre a concorrência lá fora e quão fácil vai ser para você se destacar da maioria.

Claro que você quer um assunto que tem um público potencial grande, então por que não escolher algo grande como ‘fitness’ ou ‘carros’ ou ‘dinheiro e negócios’ ou ‘relacionamentos’?

Bem, isso é uma boa ideia até que você pense sobre quantos outros blogueiros estão escrevendo nesses mesmo nichos.

O bodybuilding.com é um dos maiores sites na net e gera um volume de negócios enorme – a maioria dos quais é investido de volta para o site para garantir um fluxo constante de novos assuntos.

Aqui no Brasil, os grandes portais são o terra, o globo. Quais são seus concorrentes?

A questão é: você pode competir com eles? Você vai ser capaz de competir com qualquer um desses sites para chegar à página número um do Google?

Por outro lado, se você optar por um blog sobre a criação de insetos, você provavelmente vai a ter um público muito menor – mas também muito menos concorrência. Mas será que vai gerar dinheiro.

Para criar um blog de sucesso você precisa levar muitos pontos em consideração.

O melhor cenário é encontrar um tópico que seja popular, mas que não é tão popular que vai atrair muitas empresas enormes e muitos blogueiros famosos. Mas que tenha um público que gasta dinheiro.

Seu nicho deve ser agradável – de seu interesse. E também precisa ser rentável, afinal, queremos ganhar dinheiro.

Temas Específicos

Outra estratégia é começar com um tópico que tem um amplo apelo, mas depois restringi-lo a algo mais específico. Por exemplo, se você gosta de fitness, que tal escolher uma determinada área de fitness, como correr ou CrossFit?

Ou, em alternativa, o que dizer da segmentação de um determinado grupo? Por exemplo, “fitness para diabéticos”. Você também pode tentar combinar dois tópicos diferentes. Um grande exemplo disso é o blog ‘Nerd Fitness‘.

Outra estratégia alternativa é ser muito amplo com o seu nicho escolhido, que tem a vantagem de permitir que você tenha muitos novos ângulos para criar conteúdo útil. Se você fizer isso, porém, você vai arriscar uma falta de foco. Por isso você precisa garantir que você mantenha tudo amarrado.

Um grande exemplo disso é o blog ‘Art of Manliness‘. Este blog escreve sobre qualquer coisa que poderia ser considerada “viril” – de modo que inclui editoriais sobre o papel do homem moderno. Mas também posts sobre como fumar um charuto ou desfrutar de uísque e posts sobre como criar filhos.

Isso dá uma ampla gama de tópicos para o escritor ao mesmo tempo que tem uma identidade de marca muito forte e foco.

Se ainda não conhece pode passar lá no https://vivercomprosperidade.com. Nós escrevemos sobre dinheiro, sucesso, meditação, espiritualidade. Ou seja, abrangemos a prosperidade de forma mais ampla. Mas está tudo amarrado.

Escolha um mercado rentável

Outra consideração ao escolher o seu nicho é se ele é ou não é rentável. Alguns nichos são muito mais rentáveis ​​do que outros e você vai achar mais fácil monetizar dependendo de qual você escolher.

Exemplos de nichos altamente rentáveis ​​incluem finanças e negócios, relacionamentos e saúde. Estes são rentáveis ​​porque eles oferecem ROI em si: alguém será mais feliz de gastar dinheiro em um e-book sobre ganhar dinheiro, porque na teoria essa despesa inicial é um investimento e eles vão ter seu dinheiro de volta, multiplicado.

Da mesma forma, há dinheiro a ser feito em qualquer nicho que tenha uma grande e óbvia “proposição de valor”. Uma proposição de valor pode ser pensada como um gancho emocional – é a coisa pela a qual as pessoas vão querer comprar seus produtos ou ler o seu blog para alcançar a “forma” que eles esperam que suas vidas se beneficiarão.

Fitness é um grande exemplo, porque as pessoas normalmente querem entrar em forma e estão dispostos a pagar por isso. O mesmo vale para o nicho de namoro.

Monetizar um blog sobre a criação de insetos, por outro lado, será mais difícil. Simplesmente não há a mesma demanda ou “necessidade” para os produtos aqui.

Dito isto, porém, a relativa falta de concorrência na área, combinada com a escassez relativa de informações significa que há certamente maneiras de monetizar.

Em última análise, vale a pena pensar muito se o seu nicho vai ser rentável ou não e pesando nisso ao escolher decida se quer escrever sobre ele ou não.

Olhe para a sua concorrência para ver se eles ganham muito dinheiro, pense sobre o seu modelo de negócio e talvez até mesmo tentar verificar seu modelo de negócio pretendido.

Verificar significa tentar vender para seu público-alvo em primeiro lugar para ver se eles estão realmente lá e se eles estão realmente interessados ​​em comprar seu produto.

Passo 2: Escolhendo a Plataforma Correta Para Seu Blog.

Passo 2: Escolhendo a Plataforma Correta Para Seu Blog.

A esta altura você já deve ter escolhido seu nicho de mercado. A próxima coisa a fazer é configurar seu novo site e começar a compartilhar seu conteúdo.

Para fazer isso, você precisará escolher uma “plataforma de blogs”. Existem muitas por aí (talvez mais do eu conheça).

Agora, é claro, você realmente não precisa de uma “plataforma de blogs” como tal. Você pode construir seu próprio site a partir do zero. O que envolverá a criação de páginas em HTML e CSS, possivelmente usando um construtor web como ‘Dreamweaver’. Mas se você fizer isso, vai demorar muito e será muito mais difícil criar algo profissional. Se você não for um desenvolvedor web você vai gastar muito dinheiro.

Em vez disso, você deve usar uma plataforma de blogs / CMS.

CMS significa ‘Content Management System’ e é essencialmente uma ferramenta que simplifica o processo de criação e construção do seu blog profissional, bem como a adição e edição de conteúdo conforme necessário.

Use um CMS e você não precisará saber uma linha de código para construir seu blog, adicionar novas postagens e editar seu conteúdo existente.

Isso, naturalmente, economiza muito tempo, agiliza o processo e garante que seu site é pelo menos funcional.

Escolhendo seu CMS

Então, como você escolhe um CMS?

A primeira coisa a fazer é reconhecer a diferença entre as opções hospedado e auto-hospedado.

Uma opção hospedada é uma plataforma de blog que você usa quase como uma rede social.

Em outras palavras, você cria sua conta em outro site e, a partir daí, você poderá adicionar novas postagens para outros usuários. Muito semelhante ao Facebook.

A plataforma e seu blog já estão hospedados em algum lugar on-line, o que significa que você não precisa pagar por uma conta de hospedagem para começar.

Alguns exemplos de plataformas de blogs hospedadas incluem BlogSpot (www.blogspot.com), LiveJournal (www.livejournal.com), WordPress hospedado (www.wordpress.com), WordPress Auto-Hospedado (www.wordpress.org) e Tumblr (www .tumblr.com).

Cada um deles tem pontos fortes e fracos, embora todos façam essencialmente a mesma coisa.

Tumblr é um pouco diferente, uma vez que se estende à linha entre as plataformas de blogs e plataforma de mídia social – e se concentra principalmente em imagens.

A grande vantagens dessas plataformas é que é um processo completamente livre e não requer muita configuração. Você simplesmente faz um login na plataforma, seja BlogSpot ou WordPress, e começa a postar.

Você pode fazer alterações em seu blog em termos da aparência, mas você será bastante limitado em termos do que você pode fazer.

Da mesma forma, você também será limitado em termos de seu URL – o que significa que você não será capaz de chamar seu site ‘meusite.com’ – em vez disso, seu blog terá que ser ‘wordpress.meusite.com’ ou ‘blogspot.meusite.com ‘.

Isso naturalmente parece muito menos profissional e também significa que o seu URL vai ser muito menos cativante, além de não desenvolver sua marca.

As pessoas provavelmente não se lembrarão de seu URL se precisar digitarem na barra de endereços – elas terão que pesquisar no Google. Dito isso, mesmo pesquisar no Google será mais difícil, visto que não é tão fácil encontrar muitos sites hospedados bem ‘rankeados’ no Google.

Por todas essas razões você ficará muito melhor se escolher um CMS auto-hospedado.

Isso significa que você precisará pagar o espaço de hospedagem (www.BlueHost.com e https://www.hostgator.com.br são bons provedores), bem como um nome de domínio (um que você tenha comprado separadamente ou junto com o espaço de hospedagem).

Para registrar um domínio você gastará por volta dos 45,00 reais por ano. Hospedagem por volta dos R$ 22,00 mensal. Se escolher um plano anual ainda pode sair mais barato.

Isso provavelmente custará por volta de R$ 400,00 por ano. Mas se você monetizar bem você deve recuperar esse investimento anual em apenas um mês.

Se você planeja se tornar um blogueiro profissional, esta é realmente uma despesa obrigatória.

Quando se trata de opções de plataforma de blogs hospedados, você tem algumas opções populares. Elass incluem:

  • WordPress (sim, WordPress é ambos)
  • Joomla
  • Drupal

O WordPress está disponível tanto como uma opção de CMS hospedada como auto-hospedada. Se você optar pela opção hospedada, você precisará simplesmente visitar o WordPress.com e iniciar uma conta. Se você quiser sua conta auto-hospedada, em vez disso, deve baixar os arquivos de instalação do WordPress.org e, em seguida, enviá-los para o servidor.

Qual plataforma auto-hospedada você deve usar?

A resposta é WordPress. A razão para isso é em parte por que o WordPress é simplesmente a plataforma de blogs mais popular – a mais usada por todos os blogueiros profissionais.

Por sua vez, isso significa que ele também tem o maior apoio.

Isso significa que você será capaz de encontrar muitos desenvolvedores para trabalhar ​na plataforma e você poderá encontrar facilmente plugins adicionais e temas para instalar e levar o seu blog para o próximo nível.

Vamos analisar temas e plug-ins em um momento mais tarde, mas por enquanto tudo o que você precisa saber é que eles aumentam significativamente os recursos do seu site e muitas vezes são gratuitos, o que significa que você poderá usar livremente.

O fato de que o WordPress começou a vida como uma plataforma de blogs também dá-lhe outra grande vantagem. Ele é altamente amigável, o painel de controle é muito acessível e fácil de usar.

Mas acima de tudo, você deve usar WordPress porque todo mundo faz…

Isso pode soar como uma razão um pouco convincente, mas pense sobre isso: a maioria dos blogueiros mais bem-sucedidos usa o WordPress.

Inúmeras pessoas antes de você estão usando WordPress. Então por que você usaria qualquer outra coisa desconhecida?

Por que você usaria uma plataforma mais complicada?

Outra razão é que o WordPress pode ser muito bem otimizado para os motores de busca.

Para criar um blog profissional, que é o nosso objetivo, eu sempre recomendo usar o WordPres, muito fácil de configurar e personalizar a gosto.

Se você leva a sério essa coisa de ganhar dinheiro na internet, então é a escolha lógica.

Se você chegou aqui procurando como criar um blog de sucesso, comece por escolher corretamente sua plataforma de blogs.

Escolhendo um nome e um URL

Agora você precisa escolher um URL. Este é o endereço que as pessoas vão digitar na sua barra de pesquisa, a fim de encontrar o seu site e, como tal, provavelmente também atuará como o título do seu site e a marca.

Exemplo: URL: https://vivercomprosperidade.com/, o nome do blog: Viver Com Prosperidade, o domínio: vivercomprosperidade.com.

Escolher o seu nome é outro passo muito importante aqui e há dois grandes fatores a considerar ao tomar esta decisão:

  • SEO
  • Branding

SEO é Search Engine Optimization – em outras palavras, ajustar o seu site para garantir que ele seja bem rankeado no Google para aparecer nas pesquisas. Seu URL afeta seu SEO porque alguns URLs são muito mais pesquisáveis do que outros e isso pode dar uma vantagem sobre a competição.

Em outras palavras, se você quer classificar bem para o nosso exemplo anterior – artigos de notícias de musculação – então ter um endereço como queroemagrecer.com ou comoperderbarriga.com seria uma grande vantagem.

Isso por si só não garante que você vai ficar bem classificado nas buscas e aqueles que fizeram mais trabalho em seu SEO ainda poderia vencê-lo de outras maneiras – é apenas um bom começo e uma pequena vantagem.

Em termos de branding, você quer escolher um URL que seja igual ao nome do seu site ou similar ou o seu próprio nome se você quiser trabalhar o seu nome como uma autoridade no seu nicho.

Assim, um negócio em torno do emagrecimento, você poderia ter um blog chamado Como Emagrecer Rápido e seu URL ficaria assim ‘http://www.comoemagrecerrapido.com’.

Novamente, este não é um requisito, mas vai fazer várias coisas mais fácil, para não mencionar a promoção do seu site e torná-lo mais fácil de lembrar.

Se você não tem um nome de site ainda, então este é um bom momento para pensar sobre isso.

Pense em algo único e interessante, cativante e ao mesmo tempo descritivo.

Em um cenário perfeito, o seu URL irá dizer às pessoas sobre o que é seu blog. Apenas não seja uma descrição chata. Então, na realidade, ‘http://comoemagrecerrapido.com’ é um URL ótimo para a marca.

Isso é mais fácil para a criação de logotipos, para fazer uma impressão e mais, ainda lhe dará algum benefício de SEO.

Quanto à extensão do domínio (a parte ‘.com’ ou ‘.com.br’ ou ‘.net’), é sempre preferível apontar para o ‘.com’ se você puder.

Muitos blogueiros vão dizer que você deve usar o .com.br, pois se refere a sites brasileiros e o .com é uma extensão internacional. Eu uso o .com para todos os meus blogs.

Mas recomendo se você tiver condições registrar essas três extensões: .com, .com.br, e .net.

Pois se você tiver sucesso com seu blog e já estiver gerando muito tráfego alguém pode querer pegar carona no seu trabalho e registrar o mesmo domínio com a extensão diferente.

Então para blindar seu site e sua marca, registre pelo menos essas três extensões que são as mais conhecidas aqui no Brasil.

Na maioria dos casos, porém, ‘.com’ é o mais fácil de lembrar e, portanto, o mais simples de promover.

Passo 3: Personalizando a aparência do seu blog.

Passo 3: personalizando a aparência do seu blog.

A partir deste ponto, vamos presumir que você está usando o WordPress. Se este não for o caso, então a maioria dos conselhos seguintes não serão aplicados, alguns detalhes podem ser diferentes.

Agora que você tem seu URL e você instalou o WordPress, você está pronto para começar a criar.

A primeira coisa a fazer? Pense sobre o projeto que você quer usar!

Mas isso não significa seu web design. Isso virá mais tarde.

Em vez disso, você vai se concentrar em seu logo primeiro. Por quê? Porque seu logotipo é uma parte crucial de sua marca e as chances são de que você vai querer usar um web design fortemente inspirado por seu logotipo.

Seu web design provavelmente usará cores do seu logotipo, ele provavelmente usará certas dicas visuais e isso ajudará a criar uma linguagem de design consistente para todo o seu blog. É um excelente ponto de partida e fará com que o seu design se torne muito mais fácil de contextualizar.

Criando um Logotipo

Então, como você vai chegar ao seu logotipo? A primeira etapa é reconhecer o que faz um bom logotipo.

Alguns critérios são:

  • Versatilidade
  • Simplicidade
  • Originalidade
  • Adequação

Ele precisa ser versátil e simples, porque você vai usar isso em vários lugares diferentes ao longo de sua presença on-line. Seu logotipo, obviamente, vai ser usado em seu blog. Você também vai usar seu logo na sua página do Facebook, estará também na sua página de Twitter.

Se você construir um aplicativo, ele estará lá também. Veremos mais tarde como é importante ter uma forte presença nas mídias sociais: e ter um bom logotipo realmente o ajudará a criar visibilidade e lealdade à marca.

Em termos de originalidade, você precisa evitar clichês óbvios que estão presentes em muitos logotipos. Você deve realmente evitar estes clichês, a menos que você queira que seu site pareça um clichê.

Dito isto, porém, não faça algo tão criativo que não comunique a sua mensagem.

Seu logotipo deve dizer brevemente a seus visitantes do que seu blog se trata e aproximadamente em que local estão. Isso irá dizer se seu logotipo deve ser divertido, deve ser profissional e se deve ser colorido.

Para dar uma olhada em algumas amostras de design de logotipos que atendam aos critérios descritos, visite 99designs: http://99designs.com.au/logo-design.

Você pode criar seu logo você mesmo ou contratar um profissional para criar seu logo.

Eu particularmente, não sou bom em criar tais coisas, então, eu uso sites como: https://www.workana.com/ e https://www.fiverr.com/. Nesses sites você pode contratar freelances para criar suas peças de design.

Escolhendo seu tema

Agora que você tem seu logotipo, você deve ter algumas ideias para o tema do seu blog, suas cores e você deve estar pronto para começar a pensar sobre que tema atende melhor suas necessidades.

Neste momento, com o WordPress instalado, você já deve ter um site bastante atraente que utiliza o tema padrão do WordPress. O tema atual é Twenty Fifteen.

É importante usar um tema que represente seu negócio – sua ideia, caso contrário seu site não vai parecer muito profissional – as pessoas vão olhar como se você não soubesse criar um tema de sua preferência e usou qualquer tema gratuito que estava disponível por padrão.

Adicionar um tema significa aplicar um novo layout e um aspecto que tenha sido predefinido por você. O tema muda imediatamente o impacto visual em seu blog e a maneira como seus visitantes vão navegar.

Você pode encontrar temas para instalar gratuitamente através do WordPress e pode visualizá-los através do painel de controle antes de selecionar qual você deseja.

O problema com temas gratuitos, porém, é que eles tendem a ser menos profissional do que os temas pagos e tendem a ter menos opções de personalização.

Também, há sempre o risco, com um tema gratuito, de que alguém tenha escolhido exatamente o mesmo tema que você. Isso diminui a sua identidade de marca e fica claro que não há profissionalismo.

Em vez disso, pode ser melhor olhar para temas pagos. Isso pode ser feito novamente através de seu painel de controle do WordPress, pode ser feito olhando para outros sites como Theme Forest, ou pode ser feito através da contratação de uma equipe de designers para criar um tema totalmente personalizado.

Claro que essa última opção é a melhor maneira de obter um tema perfeitamente compatível com a sua marca e suas necessidades. Mas também, esta última opção é mais cara. Vale a pena pesquisar.

Ao escolher um tema, tente manter algumas coisas em mente. Para começar, você precisa escolher um tema adequado para o tipo de blog.

Alguns temas são muito pesados, o que irá fazer você perder rakeamento e consequentemente perder visitantes.

Claro que você quer seu blog mais moderno e visualmente atraente, mas ao mesmo tempo, também é importante que você considere a usabilidade.

Certos temas também serão bem adequados para sites com muito conteúdo. Outros temas, por outro lado, serão mais adequados para sites que são compostos de uma única ou algumas páginas estáticas.

Você também deve procurar alguns requisitos específicos para o seu tema, não importa o tipo de blog que você está criando. Certifique-se de que:

O tema seja responsivo, o que significa que aparecerá bem em qualquer lugar;

O tema é otimizado para celular, por exemplo, os botões devem ser grandes o suficiente para serem pressionados com um dedo em vez de um clique do mouse;

O tema é rápido de carregar para que as pessoas não fiquem entediadas e saiam, para que o Google não o penalize;

O tema parece bom e profissional e é fácil de navegar?

Se você está dividido entre os temas, tente dar uma olhada em alguns dos blogs que você gosta e admira. Que layouts apresentam? O que é bom ou ruim nesses blogs?

Novamente, se eles mostraram que esse tipo de layout pode funcionar, ele basicamente verifica a estratégia e garante que você não estará desperdiçando seu tempo trabalhando com um design web condenado.

Um ótimo lugar para procurar temas Premium é no http://themeForest.com e no https://www.elegantthemes.com.

Quando iniciei minha jornada como blogueiro eu usei bastante os temas do Elegant Themes, são muito bons. Você paga uma vez por ano e tem acesso a mais de 80 temas.

Personalizando seu Tema

O WordPress é altamente personalizável e esta é outra das suas enormes vantagens. Nós já escolhemos um tema, mas agora podemos ir um passo adiante, ajustando esse tema para ser do jeito que queremos.

O WordPress permite que você faça isso por padrão na aba ‘Aparência’. Onde você pode mudar coisas como seu cabeçalho e rodapé, seu logotipo, fundo, o esquema de cores etc.

A maioria dos temas, porém, também virá com o seu próprio painel de opções onde você pode fazer ajustes e personalizações adicionais.

Uma coisa que você deve fazer imediatamente é combinar elementos do seu site com o código de cores precisas do seu logotipo. Isso criará um forte senso de consistência em todo o seu web design e irá garantir que tudo coincide perfeitamente.

Não é suficiente apresentar “quase o mesmo” azul – ele precisa ser 100% idêntico – o mesmo azul.

Adicionando widgets

Outra maneira de personalizar o seu tema WordPress é adicionando widgets para as barras laterais. Widgets são formas pequenas, barras laterais e outros elementos que podem fornecer todos os tipos de funções em seu site.

Por exemplo, muitos formulários “opt-in” para listas de e-mails tomarão a forma de widgets, assim como muitos anúncios publicitários, feeds de mídias sociais, etc.

Usar widgets é uma ótima maneira de dar mais recursos ao seu blog e você pode adicionar widgets instalando-os como plugins.

Passo 4: Como criar um conteúdo matador para seu Blog.

Passo 4: Como criar um conteúdo matador para seu Blog

Ter um blog bonito com nada útil nele não é o bastante termos sucesso na internet. Se você quiser aumentar seus visitantes e construir uma comunidade fiel para o seu novo negócio, então você vai precisar adicionar conteúdo poderoso – um conteúdo que seja realmente útil para os seus leitores.

Geralmente o conteúdo de blog refere-se a texto escrito, embora possa ser e deve ser usado vídeos e imagens em suas postagens.

Esse tipo de conteúdo é o que a maioria de nós está procurando quando fazemos pesquisas no Google: queremos informações úteis, entretenimento ou opinião.

Assim, adicionando mais conteúdo útil ao seu blog, você dá às pessoas um incentivo para visitar seu site de novo e de novo. E eles vão voltar se seu conteúdo realmente gera valor para eles.

Como dizem, o conteúdo é rei. O conteúdo é importante por muitas razões. Por exemplo, o conteúdo do seu site que irá garantir que você ganhe ou perca em SEO. Aqui a maioria peca. Todos buscam como criar um blog de sucesso. Mas você se sairia melhor se procurasse aprender a criar um conteúdo de sucesso – conteúdo de valor.

Os motores de busca trabalham tentando combinar termos da busca com a utilidade da informação. Quanto mais conteúdo você tiver, mais chance haverá de você começar a aparecer nas buscas e mais as pessoas vão começar a encontrar o seu blog nos motores de busca.

O conteúdo também, claro, é crítico para o “marketing de conteúdo“. O marketing de conteúdo é basicamente uma forma de marketing que gira em torno de suas postagens no blog.

A ideia aqui é que você vai atualizar o seu site regularmente com artigos interessantes e isso deve, então, ajudá-lo a encontrar fãs genuínos do seu trabalho.

Essas pessoas podem se inscrever no seu site, participar da sua lista de discussão (mais sobre isso mais tarde) ou apenas marcar sua página nos favoritos. Eles voltarão regularmente para ver o novo conteúdo interessante que você adicionou recentemente e cada vez que eles o fazem, você terá uma nova oportunidade de mercado.

Além do mais, o marketing de conteúdo permitirá a você demonstrar seus conhecimentos e experiência em um assunto.

Se seus leitores chegarem ao ponto em que eles respeitam o que você tem a dizer e confiam no que você diz, eles começam a procurá-lo para respostas a determinadas perguntas, então você será capaz de vender mais facilmente quando você recomendar um produto próprio ou algum produto que você recomenda como afiliado.

O conteúdo também é crucial para o seu marketing de mídia social já que você pode compartilhá-lo com seus canais para obter mais seguidores e ele pode ser usado para vender diretamente.

Em suma, o sucesso do seu blog gira quase inteiramente em torno do conteúdo que você compartilha regularmente.

Quanto conteúdo você deve adicionar em seu blog

Aqui está a pergunta de ouro: quanto conteúdo você precisa publicar regularmente para transformar seu blog em um grande sucesso?

Não há única resposta aqui, embora, claro, as melhores orientações vão depender do que se trata seu blog, qual o perfil do seu leitor, etc. Você também deve ter em mente que a qualidade sempre tende a funcionar melhor que a quantidade.

Mas a diretriz simples para a quantidade de conteúdo a ser adicionado é: tanto quanto você pode, desde que permaneça consistente e mantenha a qualidade.

Consistência é fundamental nesse negócio.

Você pode escrever uma vez por semana ou três vezes por semana ou mesmo todos os dias.

Quando eu comecei, por exemplo, eu tinha um plano e planejei conteúdo para publicar todos os dias durante 90 dias. Depois passei a publicar 3 vezes por semana. Hoje estou experimentando publicar uma vez por semana.

Minha recomendação é que no início você publique com mais frequência, rodos os dias se possível. E sempre… sempre preze pela a qualidade. Se o seu nicho só lhe permite escrever um conteúdo útil por semana, então, escreva um conteúdo por semana.

Vimos todas as formas em que o conteúdo pode ajudar o seu blog a crescer. Nós vimos que ‘conteúdo é rei’.

Nós vimos ligeiramente que SEO basicamente equivale a acrescentar uma escrita ao seu blog otimizada para o Google… e com isso em mente, segue-se que quanto mais conteúdo otimizado você adicionar, mais chances você vai dar às pessoas de encontrar você e mais você vai poder monetizar com seu site.

Nós abordamos isso brevemente na introdução, mas este é realmente o ponto-chave.

Para você criar um blog de sucesso, você precisa realmente investir no conteúdo de qualidade. Isso significa gastar muito tempo preparando toneladas de conteúdo de grande qualidade e, em seguida, promovê-lo.

Você pode publicar no blog uma vez por semana e ser bem-sucedido. Mas se você quiser subir rapidamente, você, realmente precisa postar várias vezes por semana ou mesmo várias vezes por dia.

Suas recompensas vão crescer exponencialmente, desde que você obedeça a regra do conteúdo da mais alta qualidade.

Quantas palavras devo escrever em cada post do blog?

Agora que você tem uma ideia da frequência em que você deve postar em seu blog, a questão agora é quantas palavras em cada artigo ou comprimento que deve ser cada post.

De acordo com Neil Patel de QuickSprout.com e as estatísticas de SerpIQ, postagens mais longas são geralmente melhores.

Tipicamente, os posts mais longos atraem mais tráfego de pesquisa. Dê uma olhada neste gráfico de SerpIQ:

Observe que o comprimento do conteúdo superior está sentado em torno de 2000 palavras.

Artigos mais longos são geralmente mais detalhados do que um artigo curto, de 500 palavras por exemplo.

Em um post mais longo você acaba por adicionar mais cabeçalhos h2, h3 e mais palavras-chave dentro do artigo.

Quanto maior a sua contagem de palavras-chaves relevantes, mais você aumenta suas chances de ser encontrado nos motores de busca.

Neil Patel diz o seguinte:

“Minha própria pesquisa sobre Quick Sprout confirma isso. Todas as minhas postagens com mais de 1.500 palavras recebem mais 68% de tweets e 22% mais de Facebook do que os artigos com menos de 1.500 palavras “.

Isso é algo a considerar ao escrever seus posts.

Escolhendo Tópicos

A próxima pergunta é: como você vai escolher tópicos para escrever?

Como você traz algo fresco para o seu nicho escolhido, que não tenha sido visto antes? Como você garante que seu conteúdo vai trazer mais leitores para seu blog?

Aqui você deve fazer sua pesquisa junto às ferramentas de palavras-chave. Essas ferramentas vão dizer a você o que as pessoas estão buscando. Então você saberá o que escrever para seu público.

SEO

Eu compartilhei algumas dicas sobre tráfego de pesquisa mais cedo, mas vamos falar sobre isso um pouco mais. Uma estratégia poderosa para você criar um blog de sucesso é focar no SEO para seus artigos.

A situação ideal aqui é você escrever um post que as pessoas estão procurando, mas que ainda não existe. Alternativamente, você pode tentar escrever sobre um assunto popular, mas ainda não saturado.

Você pode fazer isso usando ferramentas de pesquisa de palavras-chave. Conforme eu falei antes, você pode fazer isso usando as ferramentas de pesquisa de palavras-chave.

Essas ferramentas efetivamente permitem que você veja o que as pessoas estão procurando e como a concorrência se acumula em torno dessas pesquisas.

A ferramenta de palavra-chave mais conhecida é o próprio Google “Planejador de palavras-chave”

(Http://adwords.google.com/keywordplanner).

Esta ferramenta é projetada para pessoas que estão pensando em usar a plataforma do Google paga ‘AdWords’ para publicidade e a ideia é mostrar quais termos de pesquisa podem ser um bom uso de capital de investimento para uma empresa que deseja ganhar exposição em um público específico.

Infelizmente, o Google desde um tempo atrás, eles não estão fornecendo muita informação para quem não tem campanha paga ativa.

Isso significa que você não pode ver todas as boas palavras-chave atualmente disponíveis ou não pode ver o volume de pesquisa.

Em vez disso, você pode decidir olhar para opções alternativas como o Wordpot livre, Moz, Raven Tools Research Central ou Keyword Spy.

Links para cada ferramenta:

Wordpot: https://addons.mozilla.org/en-us/firefox/addon/wordpot-thekeyword-localizador

Moz: https://moz.com/tools/keyword-difficulty

Raven Tools Research Central: http://raventools.com/seo-tools/

Keyword Spy: http://www.keywordspy.com/

Para usá-los, basta pesquisar termos relevantes ao lado do volume de pesquisa (quantas pessoas estão regularmente pesquisando por eles).

A partir daí, você pode tentar pesquisar o termo você mesmo no Google e, em seguida, ver a concorrência. Encontre uma palavra-chave altamente competitiva, em seguida, pergunte-se: você pode fazer melhor do que seus concorrentes? E também: como?

Para se beneficiar com SEO, adicione sutilmente suas palavras-chave no conteúdo, de modo que você possa repetir ocasionalmente a frase de forma não forçada (bem como usando termos relacionados).

Não torne isso óbvio (isso é chamado de ‘palavra-chave de enchimento’ e pode até ser penalizado), apenas aproveite as oportunidades que surgem ao longo da escrita.

A pesquisa da palavra-chave é uma ferramenta muito acessível para encontrar os tópicos que serão um sucesso em seu blog. Mas certifique-se de que você não deixa as palavras-chaves ditar os tópicos de seus artigos.

Tenha as pessoas sempre em sua mente e escreva para as pessoas. Não faça parte do grupo dos textos genéricos que são escritos para o Google. Escreva para seres humanos reais que possam aproveitar seu trabalho.

Maneiras fáceis de criar conteúdo

Como obter conteúdo sem ter que fazer todo o trabalho sozinho?

Há uma série de maneiras que você pode obter um bom conteúdo para seu blog.

Uma delas é criar “conteúdo de curadoria”. Conteúdo de curadoria é simplesmente conteúdo que você reúne de toda a web. Nada disso é original, mas por reunir tudo em um só lugar, você pode oferecer algo novo e exato.

Um exemplo muito básico de conteúdo de curadoria seria uma lista de citações famosas ou inspiradoras.

Você pode ir mais longe e usar parágrafos completos, links ou até mesmo artigos curtos inteiros. Contanto que você esteja fornecendo valor a seu público-alvo coletando e reunindo todo o conteúdo em um só lugar, será útil para seus leitores.

Note também que conteúdo de curadoria corre o risco de penalização do Google.

O Google não gosta que as pessoas usem “conteúdo duplicado”, que é qualquer conteúdo que já foi publicado em outro lugar. É claro que seu conteúdo curado corre o risco de cair nessa armadilha.

Certifique-se que você dirige a maior parte do seu tráfego para este artigo específico de mídias sociais e tente evitar o uso desta estratégia com muita regularidade.

Outra maneira que você pode obter conteúdo de grande qualidade de graça é através da publicação do trabalho de blogueiros convidados.

Blogueiros convidados são blogueiros que publicam conteúdo em seu site em troca de um link gratuito. Isto dá-lhes alguma promoção e você começa a ter conteúdo regular no processo – é um cenário genuíno da vitória.

Passo 5: Ganhar dinheiro com seu blog.

Passo 5: Como ganhar dinheiro com seu blog.

Até aqui vimos como criar um blog de sucesso. Com tudo o que você aprendeu até agora, você já deve ter o que é preciso para ser um blogueiro de sucesso – para ganhar dinheiro com seu blog.

Uma vez que você sabe como criar um blog de sucesso e fazê-lo crescer e se você fizer tudo certo logo estará recebendo toneladas de tráfego. Mas mesmo que isso seja altamente gratificante, não garante a liberdade que você está procurando.

Só isso não será suficiente para permitir que você pare com seu trabalho tradicional e comece a passar mais tempo com sua família ou faça aquela viagem que você espera.

Para fazer isso, você precisa monetizar seu blog. Em outras palavras, você precisa garantir que ele traga dinheiro recorrentemente.

Então, como você faz isso? A resposta pode surpreender você.

Considere isso antes de gastar um centavo com publicidade.

Muitas pessoas acreditam que a melhor maneira de ganhar dinheiro com um blog é colocando anúncios nele, especificamente, o Google AdSense, que paga cada vez que eles são clicados (este o é ‘PPC’ significado da publicidade ‘pay per click’).

Se você também deseja ser um parceiro do Google basta se inscrever em https://www.google.com/adsense, criar suas campanhas, colar os anúncios que você cria e incorporá-los em seu conteúdo e, em seguida, garantir que muitas pessoas visitem seu blog. Quanto mais visitantes, mais dinheiro você ganha.

O problema, porém, é que você só vai ganhar alguns centavos por clique desses anúncios.

Se você já está recebendo centenas de milhares de visualizações por dia, então esta pode ser uma boa maneira de ganhar uma quantidade razoável de renda passiva. Mas mesmo assim há formas mais inteligentes e mais eficazes que você pode ganhar mais dinheiro online.

A única coisa a ter em mente aqui é que os anunciantes estão dispostos a pagar por seu tráfego, principalmente, se você tem muito tráfego. Isso significa que os clientes valem mais para eles do que a pequena quantidade que eles estão pagando.

Logo, podemos perceber que eles devem ter encontrado uma maneira melhor de rentabilizar com esse tráfego, provavelmente através da venda de um produto próprio ou talvez como afiliado de um produto de terceiro.

De qualquer maneira, isso significa que você está vendendo algo por menos do que vale.

Então, como você chega ao topo?

Como você faz mais dinheiro com seu blog, invés de alguns centavos por clicks?

Criação e venda de produtos

A melhor maneira de ganhar dinheiro com um blog é vender algo. Na verdade, é todo mundo ganha dinheiro.

O que é muito simples e particularmente adequado para blogs, é vender um produto de informação. Isso significa que pode ser um e-book, um livro, um curso digital, um programa de áudio ou algo mais.

(Acima: um produto de informação criado por DigitalMarketer.com)

Com um produto digital, você não terá muitas despesas de criação e praticamente não tem custos de entrega. Além do mais, você será capaz de demonstrar valor e construir a confiança em seu produto através de seu marketing de conteúdo muito eficaz.

Coloque alguns anúncios para o seu produto e alguma promoção dentro do corpo do seu conteúdo e você pode fazer um monte de dinheiro desta forma.

Note que se você não estiver confiante o suficiente ou não tiver tempo para escrever um e-book inteiro, você sempre pode terceirizar o processo usando Freelancers em: Freelancer (www.freelancer.com), Elance (Www.elance.com) e Workana (https://www.workana.com/).

Marketing de Afiliados

Outra opção muito lucrativa são os programas de afiliados. Se você prefere não investir tempo ou dinheiro na criação dos seus próprios produtos, outra opção é ignorar essa parte e, em vez disso, vender produtos de outras pessoas como afiliado.

Você pode fazer isso se tornando afiliado de produtos com os quais você tem afinidade ou que você acha que são lucrativos. O que significa que você vai vender um produto para ganhar uma comissão.

Tenha em mente que isso lhe dá uma seleção muito maior de coisas para vender, o que isso significa que você pode escolher os produtos que já são altamente bem-sucedidos.

Você pode encontrar produtos para se afiliar em sites como: Hotmart (https://www.hotmart.com/pt/), Eduzz‎ (http://eduzz.com/site/) e Monetizze (https://www.monetizze.com.br/).

Sites internacionais: ClickBank (Www.clickbank.com) ou JVZoo (www.jvzoo.com), você receberá um link de afiliado para promover e cada vez que alguém clica nesse link e comprar um produto você terá cerca de 30-60%.

Outra opção é escolher o esquema de afiliados da Amazon. Esse programa paga uma porcentagem muito menor, mas por outro lado, ele lhe dá acesso a uma seleção gigantesca e permite que você venda através de um varejista que as pessoas já usam e confiam.

Procure widgets e plugins que permitem adicionar seus anúncios nas barras laterais e sob os cabeçalhos do seu site. Esses pontos-chave trazem mais cliques e mais dinheiro sem perturbar seus visitantes.

Você pode usar um plugin como “Amazon Product in a Post Plugin” para adicionar produtos formatados Amazon a qualquer página ou posts. É grátis:

Https://wordpress.org/plugins/amazon-product-in-a-post-plugin/

Passo 6: Crie uma lista de e-mail.

Passo 6: Crie uma lista de e-mail.

Pense no seu blog como uma peneira. A maioria das pessoas que visita seu blog irá ler, apreciar suas informações, mas depois vão cair através dos pequenos buracos para nunca mais serem vistas. Nesse ponto eles são perdidos.

É por isso que o e-mail marketing é tão importante. Com o marketing por e-mail, o objetivo é fazer com que os visitantes se inscrevam para uma lista de assinantes, normalmente, em troca de algo grátis, para que você possa atualizá-los com notícias sobre suas novas postagens, novos produtos e muito mais.

Isso permite que você possa transformar um visitante único em um fã leal e alguém que você pode alcançar regularmente.

Para criar uma lista bem sucedida, você precisará usar um autoresponder como Aweber (www.aweber.com), GetResponse (www.getresponse.com) ou Mautic (https://br.mautic.org/).

Estes serviços irão gerir os seus contatos, permitem enviar e-mails em massa e também automatiza o processo de inscrição ou cancelamento de inscrição.

Depois de escolher uma plataforma e se inscrever, você terá a oportunidade de criar um ‘formulário de inscrição’. Isto é onde seus visitantes irão se inscreverem para receber mais de suas informações VIP. Você vai trabalhar com essa lista para promover se você quiser, seus produtos ou produtos afiliados.

Felizmente, é relativamente fácil inserir formulários opt-in em sua barra lateral e na parte inferior de suas postagens. Porém, isso não será suficiente para incentivar os leitores a se inscreverem.

Se você quiser andar a milha extra e conquistar mais assinantes, você deve incentivar as pessoas a se inscreverem em sua lista com um e-book, um relatório gratuito ou algum outro tipo de brinde.

Certifique-se de manter sua lista sempre ativa, notificando seus membros sobre novas atualizações do blog e mencionando suas ofertas e promoções.

Note que praticamente todos os principais blogueiros descrevem sua lista como um dos aspectos absolutamente cruciais de seu modelo de negócios. Não ignore essa parte.

Passo 7: Socialize seu Blog.

Passo 7: Socialize seu Blog.

Publique regularmente e seu blog começará a receber tráfego vindo do Google. Você pode ajudar isso também trocando posts de visitantes e enviando seus links para diretórios e fóruns para criar links in-bound.

Nestes dias os blogueiros olham muito para construir uma marca pessoal, as redes sociais são ferramentas muito poderosas para promover seu blog. Isso permitirá que você alcance diretamente seu público alvo e aumentar seus seguidores.

Como “socializar” seu blog?

A primeira regra da mídia social é “estar em toda parte”. Isso significa que você deve ter uma conta no Facebook, no Twitter, no Instagram, no Google+, no LinkedIn, no Pinterest.

E em todas essas contas você deve ter um logotipo consistente, uma marca consistente e uma declaração de missão consistente e seu nicho muito bem definido.

Isso ajudará a dar às pessoas mais maneiras de descobrir seu blog e mais maneiras de seus seguidores compartilhar seu conteúdo.

Quando você postar em seu blog, você também deve compartilhar com todos esses canais sociais.

Como você ganha mais visitantes, mais pessoas vão gravitar em direção a sua mídia social. E à medida que crescem em número, o conteúdo que você compartilha lá automaticamente começará a funcionar melhor e gerar mais tráfego para o blog.

Ao mesmo tempo, você também deve pensar em compartilhar seus links em sites de compartilhamento social, como: Reddit (www.reddit.com) e StumbleUpon (www.stumbleupon.com).

Também é bom usar os grupos do Facebook e as comunidades do Google+. Desta forma, você pode encontrar públicos-alvo específicos para seu conteúdo, pessoas que provavelmente apreciarão seu conteúdo e irão compartilhá-lo e promovê-lo.

Você deve adicionar botões de compartilhamento social diretamente em seu conteúdo. Você pode fazer isso com um plugin como Shareaholic (www.shareaholic.com).

Isso permite que seus visitantes compartilhem seu conteúdo com seus contatos, caso eles gostem dos seus posts.

Passo 8: Páginas importantes para ter em seu blog.

Passo 8: Páginas importantes para ter em seu blog.

Além de publicar conteúdo constante e de valor em seu blog, você deve adicionar algumas páginas importantes.

Estas páginas são páginas estáticas que as pessoas poderão acessar regularmente sempre que tiverem interessados. Não muitas, e nem as trato como imprescindível, mas são realmente importe tê-las nossos blogs.

Seguem essas páginas importantes para adicionar em seu blog.

Página sobre

Uma Página Sobre é uma página onde você diz às pessoas sobre do que se trata seu blog. Esta é uma excelente oportunidade para explicar sua declaração de missão e ajudar os novos visitantes a entenderem tudo o que vêem na homepage.

Se você tem muito conteúdo, essa página pode ajudar a fazer uma boa linkagem e também deixar as pessoas animadas com sua produção futura.

Você também pode usar página para eliminar o seu “não-público”. Em outras palavras, para realmente aprimorar seu público alvo específico. Nessa página as devem ter uma percepção clara sobre seu objetivo nesse blog. Veja como criar sua pagina sobre perfeita.

Página de contato

Para ganhar fãs e para construir novos contatos e oportunidades de networking, uma página de contato é essencial.

Deixe isso de fora e você pode perder algumas boas oportunidades de fazer crescer seu negócio.

Uma boa maneira de permitir que as pessoas entrem em contato sem abuso é usar um ‘Formulário de contato’ e para isso você pode usar um plugin: (https://wordpress.org/plugins/contactform-7/).

Este é um plugin que adiciona um formulário à sua página de contato e ajuda a proteger contra spam.

Serviços

Esta é outra ótima maneira de rentabilizar o seu blog. Por que não transformar alguns desses conhecimentos em um serviço que você pode cobrar por ele?

Assim, você pode usar uma página única para oferecer seus serviços, se for dos interesse, é claro.

Produtos

Esta página é onde você promoverá seus próprios produtos ou seus produtos de filiado.

Alguns blogueiros vão chamar esta página algo como sua “engrenagem essencial” ou seu “kit de sobrevivência” e para os fãs reais é um ótimo lugar para as pessoas adquirir parte de sua magia para si.

Recomendações / Recursos

Isso é semelhante a página anterior, mas vai trabalhar mais puramente para links de produtos de afiliados. Que produtos você pode recomendar?

Você pode usar essa página para recomendar produtos que você afiliado.

Conclusão e Próxima Etapa

Nesse ponto, você já deve ter um fluxo constante de renda com seu blog, uma marca consistente e cargas de conteúdo exclusivo e de valor para sua audiência. Você sabe como compartilhá-lo, como atrair fãs e como usar algumas das melhores ferramentas para economizar tempo e dinheiro.

Uma vez que você começou a ganhar tráfego e o dinheiro começa a fluir, o que você pode fazer para escalar o seu negócio e acelerar as coisas?

Uma opção é assumir um novo projeto de blog … ou talvez dois! Desta forma você pode aumentar a quantidade de anúncios, a quantidade de conteúdo, a quantidade de produtos que você está vendendo … e ao mesmo tempo você será muito mais resistente se alguma coisa acontecer com seu site principal.

Escolha um nicho um pouco relacionado ao seu atual e dessa forma você pode se beneficiar de alguns benefícios que sua marca já terá obtido neste momento.

Dessa forma, você pode promover a sinergia em seus canais diferentes e o sucesso de cada blog ajudará a promover o sucesso de cada um dos outros.

Porém, se você achar que não vai dar conta, então deixe isso para outro momento. Se você assumir um novo blog é provável que o seu blog atual não receba a atenção que merece, então você deve reconsiderar esta ideia.

Se você é como a maioria das pessoas, então você provavelmente vai começar um blog como uma tentativa para fazer alguma renda extra enquanto ainda está em seu trabalho principal.

Mas se você fizer todos os passos corretamente, você será capaz de sair do seu trabalho e começar a viver inteiramente do blog (embora possa ser difícil no início).

Boa sorte e ótimos negócios!

Sobre o autor | Website

Olá, meu nome é Valderlei de Jesus, proprietário e administrador do blog. Sou autor do livro digital VOCÊ PODE SER RICO e também do livro A Filosofia do Sucesso, também digital. Sou o criador do blog Viver Com Prosperidade, o melhor blog de desenvolvimento pessoal do Brasil, com mais de 20.000 assinantes.

E-book Ideias Dinheiro!

Aprenda passo-a-passo como ganhar dinheiro trabalhando a partir de casa.

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários