Ganhar Dinheiro Valderlei de Jesus

Aprenda como ser um afiliado de sucesso e comece a ganhar muito dinheiro trabalhando online a partir de casa.

Aprenda como ser um afiliado de sucesso e comece a ganhar muito dinheiro trabalhando online a partir de casa.

Hoje você vai aprender como ser um afiliado de sucesso. Você pode fazer uma fortuna usando o marketing de afiliados, e você pode iniciar seu negócio com baixo ou zero de investimento, mesmo com zero processo criativo e mesmo que você tenha zero habilidades de negociação.

Isso pode soar muito bom para ser verdade, mas na verdade, há uma abundância de exemplos disso acontecendo hoje no Brasil e uma abundância ainda maior ao redor do mundo, principalmente nos estados unidos.

Se você começar a pesquisar um pouco mais sobre o trabalho com de marketing de afiliados online, você encontrará muitas pessoas que ganham muito dinheiro online como afiliado profissional. Muitas dessas pessoas viajam ao redor do mundo e têm quase status de celebridade online.

E isso já é uma realidade.

Leia também: Como criar um blog de sucesso.

Como ser um afiliado de sucesso.

Como ser um afiliado de sucesso

Aprenda como ser um afiliado de sucesso e comece a ganhar muito dinheiro.

O marketing de afiliados é um processo altamente repetitivo. Há um plano para usá-lo, há um método que você pode aprender e você pode realmente ganhar muito dinheiro, se você estiver disposto a fazer o trabalho.

Então a grande questão é: por que quase ninguém está fazendo isso?

A resposta é simplesmente que a maioria das pessoas não sabe sobre isso. E mesmo quando ouvem falar sobre o marketing de afiliados, elas muitas vezes acham isso muito bom para ser verdade ou soa como algo muito inacreditável.

Isso é uma boa notícia para nós, porque significa que ainda existem produtos e compradores lá fora, para que possamos ganhar dinheiro nesse mercado. E algumas pessoas realmente ganham muito dinheiro trabalhando como um afiliado profissional.

E as outras boas notícias?

Bem, você encontrou este artigo e agora pode começar a explorar este mundo de oportunidades. E se você continuar até o final você vai aprender como ser um afiliado de sucesso, e final, e finalmente, vai ganhar dinheiro de verdade online.

Continue comigo até o final desse artigo e você irá aprender tudo o que você precisa saber para começar a ganhar dinheiro online com marketing de afiliados.

Se você entender e aplicar os conhecimentos compartilhado neste artigo você vai ser uma autoridade do marketing de afiliados. Isso irá ajudá-lo a criar renda passiva em uma escala crescente e consistente vendendo produtos de outras pessoas.

Então, você quer aprender como ser um afiliado de sucesso?

O que você aprenderá

Especificamente, você aprenderá:

O que é o marketing de afiliados e como ele funciona;

Por que o marketing de afiliados é uma das melhores maneiras de gerar receita on-line;

Os diferentes tipos de rede de afiliados;

Como escolher a melhor rede de afiliados e produtos para você promover;

Como se inscrever e começar a ganhar dinheiro como afiliado;

Como criar uma página de destino para vender como afiliado;

Como usar a publicidade PPC para direcionar o tráfego para sua página de destino;

Como criar anúncios que são clicados e que oferecem um ótimo ROI;

Como criar uma lista de e-mails;

Como usar o marketing de conteúdo para se tornar uma autoridade em seu nicho;

Como usar as mídias sociais para aumentar sua presença online;

Como escrever textos persuasivos que incentive suas vendas;

Como fazer crescer o seu negócio de marketing de afiliados.

O que é Marketing de afiliados? O que você precisa saber.

O que é Marketing de afiliados? O que você precisa saber.

Para começar, o que, exatamente, é marketing de afiliados?

Simplificando, marketing de afiliados significa fazer marketing como afiliado de um produto ou serviço. Isso basicamente significa vender produtos de terceiros por uma comissão. Assim como você pode fazer como um vendedor de porta-a-porta para uma empresa de TV a cabo, por exemplo.

Claro que a vida de um vendedor de porta-a-porta é bastante desgastante porque nós caminhamos o dia todo, recebendo portas fechadas na cara e só ganhando dinheiro se conseguimos fazer algumas vendas.

Como um vendedor você vive e morre por sua capacidade de persuadir um público cínico, você, provavelmente, vai investir enormes quantidades de tempo para tentar fazer uma venda.

Como um afiliado online as coisas são um pouco diferentes. Você estará vendendo produtos para ganhar uma comissão também, mas você estará fazendo isso através da internet com o benefício de automatizar o processo e através do marketing de conteúdo você deixará que os clientes venham até você.

Em outras palavras; você não irá atrás do cliente, o cliente virá até você.

Você terá todos os meios necessários disponíveis para conseguir isso e você será capaz de constantemente ajustar e melhorar o sistema que você está usando para fazer vendas.

Além do mais, você pode aprender com os conselhos e erros de outros afiliados mais experientes e, em alguns casos, até mesmo usar modelos já testados e comprovados. Na verdade, você pode até mesmo terceirizar o processo de marketing.

E porque você pode investir bem menos tempo no marketing, você pode representar muitos produtos diferentes, se você quiser e, assim, aumentar significativamente a sua renda.

Além disso, você pode começar em tempo parcial, e com o tempo, pode tornar sua renda principal. Mas enquanto você está no seu emprego tradicional esse ramo de negócio pode fazer um maravilhoso suplemento para sua renda mensal.

Quando você aprender como ser um afiliado de sucesso, logo você deixará seu emprego e poderá se dedicar à sua nova carreira.

A verdade sobre o mercado de afiliados

Marketing de afiliados, basicamente, é uma representação de vendas. Este é o marketing de afiliados em poucas palavras, mas o que os números nos dizem?

O mercado de marketing de afiliados tem crescido consideravelmente ao longo dos últimos anos, com cerca de 5,7% dos grandes afiliados começando em 2006 versus 13,9% em 2012.

A maioria dos afiliados estão entre 31-40 de acordo com pesquisas. 91% destes afiliados escolhem o marketing por e-mail como seu método principal de contatar seus clientes, enquanto 60% trabalha em casa.

O salário é realmente interessante. Enquanto cerca de 40% dos afiliados ganharam abaixo de R$ 5 mil em 2013 como uma fonte de renda secundária, os assalariados top pesquisados ​​ganharam algo em torno de R$ 500K (isso representou cerca de 3,3% dos afiliados).

50% estavam ganhando pelo menos R$ 10 mil por ano, enquanto cerca de 20% estavam fazendo por volta R$ 50 mil ou mais como afiliado. Não parece muito ruim, parece? (Dados de Three Ladders Marketing).

Dados do Webprom nos mostram que as empresas britânicas ganharam 14 bilhões de libras em 2013. Isso representa um crescimento de 15% a partir de 2012, mostrando mais crescimento ainda.

O marketing digital é um trabalho altamente lucrativo que atrai particularmente jovens empresários. Há muito dinheiro a ser feito e a indústria está crescendo com o tempo, ano após ano. No Brasil ainda é um campo aberto.

Ser afiliado ou infoprodutor

Se há uma desvantagem em trabalhar como afiliado, é que você não vai ficar com 100% dos lucros que você gera, o que pode ser desanimador.

As porcentagens que você recebe por vendas como afiliado realmente são muito boas e, em alguns casos, você obtém mais lucro na venda de um produto do que o próprio criador do produto. Alguns produtores dão a seus afiliados mais de 60% por venda de um produto.

É incomum ver o marketing de afiliados pagar muito menos de 40%. Na maioria dos casos os produtores pagam cerca de 50% para seus afiliados.

Mas, novamente, isso ainda não é 100%. Então, agora a questão se torna, por que você escolheria usar marketing de afiliados quando você poderia estar recebendo todo o lucro através da criação e venda do seu próprio produto digital?

Há muitas respostas, mas a primeira é que você não tem que passar pelo longo processo de criação de um produto de qualidade para vender.

Os tipos de coisas que vendem muito bem on-line são muitas vezes produtos digitais – o que significa e-books, cursos online e softwares.

Qualquer um desses produtos requer algum tempo para ser criado e muita habilidade e pesquisa. Se você não é um escritor proficiente, então você pode lutar bastante apenas para criar um e-book que as pessoas vão ficar felizes em pagar por ele.

Da mesma forma, se você não é um programador, você provavelmente não terá muita facilidade para criar um software que seja no mínimo vendável.

E se for um produto físico que você quer vender, você terá que aprender todo o processo de fabricação e todas coisas envolvidas.

Agora você tem duas opções. Uma delas é aprender as habilidades necessárias ou apenas trabalhar duro para superar suas limitações. Você pode escrever e reescrever seu e-book, por exemplo, corrigir eventuais falhas, até estar com o produto pronto para venda.

Mas será um processo lento. Você poderia aprender a codificar, ou você poderia aprender como os produtos são projetados e criados.

A outra opção é terceirizar todo o processo. Se você não pode escrever / programar, então você pode encontrar alguém que pode fazer isso por você. E para há sites como: Workana: https://www.workana.com/ ou Fiverr: https://www.fiverr.com/.

Mas essa é uma boa estratégia?

Bem, sim, pode ser, mas também vai custar um investimento inicial considerável, o que significa que você pode perder algum controle sobre o resultado.

O melhor programador do mundo pode criar um software incrível, mas eles não podem ler sua mente. O que significa que o software pode não ser exatamente como você gostaria.

Da mesma forma, um bom escritor pode tentar manter as suas orientações, mas a menos que você lhes dê um rascunho completo, eles estarão sempre inserindo algumas de suas próprias ideias e opiniões que podem ser contrárias ao seu próprio objetivo com o produto.

E aqui está uma coisa que você deve saber: você nunca pode saber se um produto vai ser popular ou não. Por isso você deve sempre fazer testes.

Então, em outras palavras, se você gastar meses e algum dinheiro criando seu próprio infoproduto, você pode perceber que não há ninguém interessado em comprá-lo.

Claro que isso pode significar uma perda enorme e você terá que desistir ou colocar ainda mais dinheiro em mais uma ideia não testada. Na verdade, pode ser um passeio bastante difícil!

Você pode testar tantas ideias e produtos quanto possível para começar a ver o que funciona melhor para você, para você não se comprometer financeiramente a qualquer projeto a menos que você tenha alguma evidência de que vai ser bem-sucedido.

Se todo esse processo de teste e falha for feito enquanto você cria seu próprio infoproduto, isso vai lhe custar muito tempo, e ainda pode custar muito dinheiro.

Quando você falha com o marketing de afiliados você não perde nada e você pode assim continuar tentando produtos diferentes até encontrar o produto com o qual você vai lucrar.

Você pode escolher um produto que já está vendendo bem e que já está recebendo opiniões incríveis – depoimentos verdadeiros de que o produto realmente atende às expectativas.

Você pode literalmente encontrar alguém on-line que está fazendo uma fortuna vendendo produtos como afiliados. Você pode vender exatamente esse mesmo produto sabendo que é possível ficar rico a partir dessa estratégia, se você trabalhar bem.

Quando você vende seu próprio produto e não está fazendo o dinheiro que você esperava que ele faria, você pode não saber dizer se é o produto ou sua estratégia de vendas que não está funcionando.

Com marketing de afiliados você sabe que o produto funciona, por isso é apenas uma questão de encontrar a melhor maneira de vendê-lo.

Agora há cenários onde faz mais sentido para você criar seu próprio produto e, finalmente, isso lhe dá mais liberdade e flexibilidade e mais lucro. Mas para muitas pessoas, o marketing de afiliados faz mais sentido, pelo menos, para começar.

Como funciona o Marketing de afiliados.

Como funciona o Marketing de afiliados.

Como funciona o Marketing de afiliados.

Agora que você sabe porque o marketing de afiliados é tão atraente, é hora de olhar como o marketing de afiliados funciona, tanto de uma perspectiva técnica como prática.

O marketing de afiliados em termos técnicos, é essencialmente, depende de cookies. Os cookies são pequenos arquivos que você pode armazenar no computador de qualquer usuário de internet.

Esses cookies podem ser usados ​​para identificar esse usuário posteriormente ou para recuperar informações sobre eles.

Os cookies são o que permitem que sites como o Facebook o mantenha conectado, por exemplo, e também podem ser usados ​​por empresas de publicidade para exibir anúncios relevantes para cada usuário através seu histórico de navegação.

No caso do marketing de afiliados, os cookies são usados ​​para mostrar que o tráfego que levou a uma venda veio de um determinado site ou anúncio e estes trabalham ao lado de URLs únicas e identificadores.

Marketing de afiliados em termos leigos

Então, em palavras simples, você tem seu próprio endereço que você usa para enviar pessoas para a página de vendas de um produto. Eles, então, são redirecionados para o site principal, mas durante o processo um cookie é armazenado em seu navegador que é basicamente o equivalente digital a ‘dizer’ eu te enviei.

Então, quando alguém compra um produto, este é registrado em seu código único e você recebe sua comissão.

Para começar no marketing digital, tudo que você precisa fazer é encontrar um produto que você gosta e que você acha que pode vender, inscrever-se como afiliado e, em seguida, começar a divulgar seu link exclusivo de qualquer forma de marketing, publicidade ou anúncios.

Isso pode ser um anúncio no Facebook, pode ser um e-mail ou pode até mesmo ser dentro do seu blog.

Veremos mais detalhes nos capítulos subsequentes, que basicamente descrevem como o processo funciona.

Afiliados para criadores do produto

Verdadeiramente, a capacidade de lucrar com um produto de outra pessoa é, em muitos aspectos, uma situação ideal e especialmente quando você sabe que o produto é um bom de vender e você está recebendo uma boa parte do lucro.

Mas isso também pode ter deixado você se perguntando por que alguém iria colocar seus produtos para venda desta forma? E por que eles oferecem a maior parte do lucro para seus afiliados?

Entender isso pode ajudá-lo a entender melhor como todo o sistema funciona e compreendendo o sistema você pode fazer um uso ainda melhor dele.

Basicamente, quando você deixa um afiliado vender o seu produto, isso significa que no primeiro momento você pode pensar que está perdendo dinheiro. Mas, ao mesmo tempo, a primeira coisa a perceber é que você, na verdade, está ganhando na quantidade de vendas.

Além do mais, você ainda pode vender seus produtos. Todas as vendas que você faz entra como extra.

Os produtores podem comercializar seus próprios produtos tanto quanto possível e ganhar 100% do lucro por todo esse trabalho duro. Mas, ao mesmo tempo, eles agora também terão mais vendas vindas dos afiliados. Isso é simplesmente fascinante, pois aqui entra o conceito de escala.

Eles podem ter apenas 40% dessas vendas, mas isso ainda é 40% a mais do que eles teriam obtido de outra forma.

Agora, se o produto é popular, há uma boa chance de que haverá mais afiliados vendendo este produto.

Assim, você pode ter uma situação onde você está recebendo dinheiro de centenas de pessoas promovendo o seu produto. Pode acontecer de seus afiliados estarem gerando milhares de reais por dia.

Isso é obviamente muito incrível para o produtor, e é por isso que eles estão felizes em pagar até 60% de seus lucros para seus afiliados.

Também vale a pena considerar, porém, que é por isso que algumas pessoas não oferecem programas de afiliados para seus produtos. Isso também acontece por conta do controle da marca e reputação.

Quando os afiliados pegam muito pesado em seu marketing, eles podem realmente acabar prejudicando a sua reputação do produto e por esse motivo, você pode optar por garantir que apenas você tem permissão para vender seu próprio produto ou selecionar os afiliados mais profissionais.

Mas quando tudo vai bem, esta situação é de “ganha/ganha”. Encontre o produto certo e os afiliados certos e você pode ficar rico.

Os produtores ganham dinheiro na escala e os afiliados não precisam se preocupar com a criação de um produto ou em prestar suporte.

Como começar a trabalhar com marketing de afiliados.

Como começar a trabalhar com marketing de afiliados

Como começar a trabalhar com marketing de afiliados

Agora você entende o básico sobre mercado de afiliados. Mas como você pode realmente ganhar dinheiro com marketing de afiliados?

Sua caminhada para aprender como ser um afiliado de sucesso está só começando.

A primeira coisa que você precisa fazer é encontrar um produto que você pode vender como um afiliado. Para fazer isso, existem algumas abordagens diferentes.

O principal método através do qual se tornar um afiliado é começar a vender produtos de uma rede de afiliados.

Redes de afiliados são basicamente ferramentas ou plataformas online que tornam mais fácil para você encontrar produtos e gerenciar suas vendas online e sua renda.

As redes de afiliados lhe dão acesso a produtos populares e automatizam o processo inteiro de modo que você não tenha que se comunicar diretamente com o produtor ou com o cliente final. Em outras palavras as redes de afiliados ou plataformas de afiliados, simplificam o processo.

Quando se trata de escolher uma plataforma de afiliados, existem três escolhas principais no Brasil.

Essas escolhas são:

Hotmart: https://www.hotmart.com/pt/

Eduzz: http://www.eduzz.com/

Monetizze: https://www.monetizze.com.br/

Existe também a possibilidade de você se tornar um afiliado internacional. Alguns sites são JVZoo, ClickBank… Vamos ver cada um deles com um pouco mais de detalhes abaixo.

JVZoo: http://www.jvzoo.com/

JVZoo é sem dúvida a melhor escolha para a grande maioria dos afiliados. É rápido e simples de usar com uma interface altamente intuitiva e porque tem uma ampla gama de produtos para vender.

Ele também tem taxas bastante baixas em comparação com algumas outras opções.

Esta é uma ótima opção para iniciantes e geralmente é uma boa escolha global.

ClickBank: http://www.clickbank.com

O ClickBank é muito semelhante ao JVZoo. O ClickBank tem uma biblioteca enorme dos produtos que você pode vender como afiliado. Isso significa uma gama enorme de produtos a seu favor e garante que seja uma das escolhas mais populares para muitos afiliados.

Outra opção muito boa é produtos da Amazon.

Amazon: https://www.amazon.com/

Outra maneira de ser um afiliado é vender produtos da Amazon. A Amazon tem um sistema de afiliados onde você pode vender seus produtos em seu site e receber uma comissão.

Obviamente, isso lhe dá acesso a milhões de produtos diferentes que você pode vender para seu público alvo – sua audiência. Essa é mais uma opção inteligente para você monetizar sua presença online.

Como afiliado da Amazon você pode vender coisas como livros, jogos de computador, entre muitas outras coisas.

A Amazon também tem muitas ferramentas excelentes para tornar mais fácil vender seus produtos e gerenciar suas vendas online. Mas também não lhe dá um valor muito alto de comissão.

Ao vender produtos na Amazon, você vai receber uma comissão de cerca de 4%. Isso é muito baixo se comparado a produtos de informação, por exemplo, isso significa que você pode vender um monte de jogos, livros, DVDs e ainda conseguir apenas alguns trocados. Em suma, você precisa considerar cuidadosamente o que é melhor para você.

Como escolher um produto para promover

Uma vez que você escolheu sua plataforma ou sua rede de afiliados, a próxima coisa a fazer é escolher um produto para promover. Lembrando que você quer escolher um produto que seja bom vendas e útil para seu público.

Existem várias considerações para pensar e a melhor escolha dependerá em última instância de seus objetivos e sua situação atual.

Leia abaixo para obter algumas ideias…

Sua audiência atual

Se você está lendo isso, então há uma boa chance de que você já é algum tipo de comerciante da internet/empresário online ou pelo menos tem interesse em entrar nesse mundo de oportunidades.

Nesse caso, há uma boa chance de você já ter um site ou blog, uma lista de e-mails ou geralmente alguma forma de público-alvo para quem você pode vender.

E, como tal, é claro que faz muito sentido tentar escolher um produto que irá se adequar ao seu público. Em outras palavras, escolher algo no nicho que você já está inserido, algo como: saúde e bem-estar, namoro e relacionamentos, ganhar dinheiro ou outra coisa completamente diferente.

Taxas de conversão e outras estatísticas

A melhor maneira de determinar se vale a pena promover um produto é dar uma olhada nas estatísticas de vendas do produto.

Vou lhe mostrar o que procurar e como ler determinadas estatísticas antes de promover um produto. Esta habilidade essencial deve ajudá-lo com a maioria dos programas de afiliados.

Taxa de conversão. Você definitivamente deve olhar a taxa de conversão dos produtos que deseja promover. Isso irá determinar se seus visitantes se transformarão em clientes ou não.

Ganhos por cliques. Os ganhos por cliques são os ganhos médios que você receberá por clique na oferta.

Percentagem de comissão. A percentagem irá mostrar quanto você recebe por cada venda realizada. Eu particularmente, raramente, promovo qualquer coisa que pague menos de 40% de comissão.

Taxa de reembolso. Isto, normalmente, é esquecido, mas é importante, pois determina se os clientes estão satisfeitos após a compra. Uma porcentagem baixa do reembolso significará provavelmente mais comissões mantidas.

Você também pode querer verificar se o produto está disponível em outro idioma, se é um produto de lançamento, funil perpetuo ou recorrente. Também é importante ver se o produtor disponibiliza ferramentas de promoção para seus afiliados.

Essa é a parte técnica de procurar boas ofertas para promover.

Com esse conhecimento, você deve ser capaz de determinar com confiança se vale a pena promover um produto  ou não, em qualquer rede de afiliados.

Sua opinião

Outra dica importante é escolher algo que você tem interesse. Esta é uma boa ideia, porque você vai achar muito mais fácil vender algo que você realmente acredita que é um produto incrível.

Se o produto que você promove é algo que você sente que é inútil ou um desperdício de tempo e dinheiro, então você pode apostar que seu faturamento será ridículo.

Vá com o que funciona

Você também deve evitar apostas. O ponto é, que há alguns afiliados muito ricos, afiliados que ganham muito dinheiro online vendendo produtos específicos.  Você tem a opção de vender esses mesmos produtos.

Por esta razão, não faz muito sentido vender qualquer outra coisa diferente.

É emocionante, original ou ousado? Não! Mas está provado que funciona e é simples.

Às vezes isso é tudo que você precisa, especialmente quando você está apenas começando.

Isso não significa que você ainda não pode escolher algo em seu nicho que você realmente gosta. Basta encontrar os melhores exemplos de venda e, em seguida, tentar vendê-los sozinho.

É desejável?

Se você não tem certeza de como um produto está se saindo nas vendas, ou não sabe se pode replicar o sucesso que você já viu outros desfrutar, então você deve se perguntar, apenas, se você acha que é algo que tem um bom potencial para as vendas.

Ou mais simplesmente ainda: você compraria?

Vamos começar a vender mais tarde e como saber se alguém realmente quer o seu produto. Mas, brevemente, uma das dicas mais importantes é se concentrar no gancho emocional e na proposição de valor.

Em outras palavras, como você vai fazer as pessoas realmente quererem este item?

O que seu produto vai fazer pelos os clientes?

É por isso que vender info-produtos sobre ganhar dinheiro é tão eficaz, bem como produtos na área de relacionamentos e bem-estar. Eles oferecem uma mudança de estilo de vida muito concreta e significativa.

O que você deve promover são produtos que oferecem respostas às suas perguntas ou soluções para seus problemas.

O lucro

Claro que outra coisa a pensar é o lucro potencial que você poderia ganhar com o produto em cada venda. Eu expliquei em detalhes sobre estatísticas e números para procurar mais cedo.

Isto é o que torna a venda de um serviço ou uma associação tão atraente – venda recorrente – porque se você olhar para a sua comissão durante a vida do cliente ou pelo menos enquanto ele continuar pagando, você pode ganhar milhares.

Você optar por uma venda única com uma comissão mais alta. Você pode querer comparar quais você pode vender e quais oferecem 4% versus 60%.

Pense no volume que você provavelmente venderá – você venderá muito mais livros do que computadores, mesmo que o lucro seja maior por unidade, isso não significa necessariamente que seja a melhor escolha.

Materiais Livres

Alguns produtores que disponibilizam seus produtos para afiliados que você encontra online vão lhe dar materiais extras para ajudá-lo a vender.

Às vezes, você receberá textos para páginas de destino, por exemplo, alguns e-mails e banners. Alguns sites ainda oferecem pacotes do tipo esquemas de enriquecimento rápido para os afiliados.

Seja muito cínico ao avaliar o valor acrescentado que estes produtos oferecem. Sempre vale a pena perguntar por que eles estão tão desesperados para obter mais vendedores. Mas ao mesmo tempo, vale a pena considerar o valor acrescentado que tais extras representam.

E os melhores tipos de materiais gratuitos são aqueles que podem ajudá-lo a fornecer mais valor aos seus clientes. Por exemplo, alguns vendedores dão coisas como relatórios gratuitos, e-books ou minicursos, que você pode usar para incentivar uma compra. E esses materiais gratuitos oferecem valor para seus clientes.

Como é o mercado?

Nós já olhamos para a demografia alvo e mercados no contexto de assunto e nicho, mas há outras considerações a fazer aqui também. Por exemplo, você precisa perguntar o que as pessoas que compram o seu produto são e que mais há disponível para eles comprarem.

Então, se você está vendendo um e-book sobre como ganhar dinheiro online, você estará vendendo para: empresários e gerentes de nível médio que querem sair de seus empregos atuais.

Este é um público muito bom porque eles têm renda e são geralmente impulsivos. Você também tem o benefício adicional aqui de vender algo com que eles vão lucrar, o que significa que eles podem ganhar de volta o dinheiro que eles gastam, que neste caso, é um investimento.

Além disso, esse público-alvo fornece uma “rota para o mercado” muito clara. Ou seja, existem algumas maneiras muito claras para alcançá-los – por meio de fóruns, conferências e sites específicos.

O lado negativo?

Este mercado, como mencionado, também está saturado. Todos nós vimos incontáveis ​​páginas de vendas vendendo e-books e cursos sobre como ganhar dinheiro online e, portanto, nos tornamos bastante cínicos.

E se vendesse um outro produto?

Bem, se você tivesse um e-livro sobre como ganhar dinheiro com artes e ofícios, por exemplo. Você poderia ter um mercado inteiramente diferente.

Agora você pode estar alvejando estudantes criativos, donas de casa e idosos. Estes mercados podem ter menos renda disponível, mas eles também são muito menos comumente comercializados também e eles têm algumas rotas claras para o mercado.

Você pode fazer um monte de adivinhação quando se trata de escolher qual mercado é melhor para o seu produto.

Geralmente, porém, a melhor estratégia é pesquisar o mercado em primeiro lugar. Isso significa dar uma olhada nos produtos existentes no mercado, verificar alguns sites nesse nicho, inscrever-se para alguns boletins de e-mail nesse nicho e ler as estatísticas.

Você provavelmente vai descobrir que você pode aprender muito sobre cada nicho e que é melhor para você entrar nele o quanto antes, ou não.

Então isso é muito a considerar e pode parecer bastante assustador. Não se preocupe muito agora: para começar uma estratégia muito segura é tentar vender um produto que está em seu nicho e que você pode ver que outros vendedores tiveram muito sucesso com ele.

O processo saber como ser um afiliado de sucesso, envolve, também, saber escolher com inteligência o produto para promover.

Como construir uma página de destino para promover produtos como afiliado.

Como construir uma página de destino para promover produtos como afiliado.

Como construir uma página de destino para promover produtos como afiliado.

Neste ponto você já deve ter uma boa compreensão sobre como o trabalho como um afiliado profissional funciona.

Você também deve ter algumas ideias sobre como você vai encontrar um bom produto para promover. Certifique-se de dedicar um tempo nesta parte, isso realmente pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso nesse seu negócio.

Agora, porém, você precisa dar o próximo passo, que é realmente vender o produto.

Uma vez que você já fez seu cadastro nas plataformas de afiliados, você tem seu URL de referência e sua conta de vendedor no Hotmart / Eduzz / Monetizze. Então, como você começa realmente a ganhar dinheiro como afiliado?

Como veremos, existem várias opções diferentes e cada uma tem diferentes vantagens e é mais ou menos adequado para diferentes tipos de produto.

Um dos métodos mais comuns e mais populares, porém, é construir uma página de destino e, em seguida, usar ela como sua principal ‘ferramenta’ para vender seus produtos.

O que é uma página de destino?

As páginas de destino também são conhecidas como “páginas de vendas” ou “páginas de capturas”. Seu papel é essencialmente oferecer um único ponto onde você pode converter seus visitantes em leads ou compradores.

Ela é diferente de uma loja de e-commerce porque não é uma. Em vez disso, é uma página de texto, imagens ou vídeos que promovem um único produto.

O texto, entretanto, vai ser inteiramente “orientado para vendas” e com o único objetivo de converter os visitantes a se tornarem clientes. Ela terá os botões do tipo ‘Comprar agora’, que conterão seu link de referência (links de vendas).

Ao longo do tempo, você vai ajustar sua página de destino, isso permitirá que você crie algo otimizado em sua capacidade de fazer vendas.

Eventualmente, você vai ficar com um ponto que lhe dá a melhor convenção de visitantes em compradores. Então você poderá concentrar seus esforços em levar as pessoas a essa página.

A ideia de usar uma página de destino é aquecer seus visitantes de modo que eles já sabem o que esperar se decidirem comprar o produto que você promove.

E elas também tendem a ter alguns pontos específicos que os diferenciam do web design mais geral…

Pontos importantes do design de uma página de destino

Por exemplo, uma página de destino geralmente tem alguns pontos bem específicos. Esses pontos específicos se referem a coisas como bordas e menus que fornecem ao usuário mais controle sobre sua experiência.

Considerando que na maioria dos sites você deseja que seus visitantes possam navegar e ver páginas diferentes, o objetivo de uma página de destino é mantê-los exatamente onde estão.

Assim, não há menus, sem anúncios e sem links – tudo o que há é o texto e as imagens.

O único link que pode tirar alguém de sua página de destino será o botão “Comprar agora”.

Eles podem deixar o site clicando em voltar ou fechar a guia do curso, que muitas vezes resultam em uma janela pop-up perguntando se eles estão certos de que querem realmente sair da página!

Design estreito

Outro ponto comum das páginas de destino é que elas, normalmente são longas e estreitas. A ideia é engajar os visitantes com seu texto. Então eles terão que rolar para baixo gradualmente ao longo da página para terem mais detalhes.

O raciocínio para este tipo de design é que ele é mais eficaz em imergir seus visitantes em seu texto e torná-los comprometidos com a compra.

À medida que os visitantes se deslocam mais e mais para baixo na página, eles vão se sentir como se estivessem investindo mais do seu tempo e esforço em aprender sobre o produto. A teoria é que eles acabarão por querer clicar em “comprar” no final, porque senão eles vão sentir como se desperdiçassem seu tempo.

Texto estreito também é eminentemente legível, como o texto se quebra em blocos mais curtos impede que ele seja muito denso. Além do mais, nossos olhos vão naturalmente querer voar para a próxima linha quando chegam ao final de uma frase inacabada.

Esquema de cores

As cores podem fazer a diferença. Normalmente, o esquema de cores de uma página de destino será em grande parte vermelho, laranja ou amarelo.

A razão para isso é que essas cores tem sido usadas para nos tornar mais impulsivo. Basta ver a cor vermelha tem sido usada para tornar as pessoas mais impulsivas e para aumentar a sua frequência cardíaca – como resultado o seu público estará significativamente mais inclinado a clicar em comprar ou manter a leitura no site.

Por outro lado, o azul pode simbolizar a confiança e a honestidade. Veja a Psicologia das Cores.

Posicionamento

Onde você deve colocar o botão “comprar agora”?

Acha que não importa?

A regra é realmente bastante rigorosa: além de ser entrelaçado em todo o site, o botão “COMPRAR AGORA” deve ficar no fundo e na extrema direita. Isso é conhecido como o ‘ponto terminal’ porque é o último ponto que seus olhos alcançarão quando você estiver lendo a página.

Posicionar corretamente o botão, portanto, é importante porque significa que depois de ter lido toda sua carta de vendas, eles vão acabar bem no botão de compra, ao invés de ter de procura por eles, caso desejam comprar.

A ideia aqui é facilitar a compra ao máximo.

Se você der uma olhada em páginas de destino online, você vai encontrar muitos exemplos e se você imitar esses estilos, pode ser muito bom para você.

Criando uma página de destino

A parte mais importante de uma página de destino é, na verdade, o texto. Nós não vamos discutir isso aqui, porém, como a escrita persuasiva é uma habilidade geral que se aplica a uma série de diferentes aspectos de sua estratégia de marketing. Nós vamos falar sobre isso mais tarde.

Agora vamos nos concentrar na criação da página de destino.

A boa notícia é que a natureza das páginas de destino facilita sua criação. Não há menus, não há animações e não há fantasia nos layouts – apenas uma longa e estreita torre de texto e imagens.

A maneira mais rápida e fácil de criar uma página de destino é usar ferramentas online para fazer isso. Ferramentas como o LeadPages (http://leadpages.net).

Com o LeadPages, você pode criar uma página de destino em um piscar de olhos. É tudo arrastar e soltar, zero codificação.

Para criar isso em HTML e CSS, é realmente muito simples e realmente não requer um designer especialista.

Dito isso, se você quiser automatizar o processo ainda mais e garantir que o resultado seja algo profissional, então uma boa opção é usar uma ferramenta projetada especificamente para ajudá-lo a construir páginas de destino.

Se você tem um site WordPress, então você pode fazer isso com bastante facilidade através de um número de plugins destinados especificamente para empreendedores digitais.

Há também temas que são projetados para funcionar como páginas de destino.

Outra ótima opção é usar OptimizePress (http://optimizepress.com), que para muitos profissionais tornou-se essencialmente o padrão da indústria.

Esta é uma ferramenta para criar páginas de destino de forma rápida e fácil. OptimizePress é ótimo para os afiliados profissionais, mas como um bônus também funciona bem com seus próprios produtos e torna mais fácil para você adicionar opções de pagamento e entrega.

Uma opção para quem não fala inglês é a LeadLovers. LeadLovers, basicamente, oferece as mesmas opções que o OptimizePress, só que com a vantagem de ser em português.

Teste

A ideia de uma página de destino é que tudo é orientado para ajudá-lo a fazer o máximo de vendas possíveis. Isso significa tudo, desde o texto, o layout, gráficos, ao preço.

Infelizmente, é improvável que você obtenha esse direito primeiro.

A menos que você é um comerciante altamente experiente, você necessita provavelmente afiar suas habilidades. Felizmente, há uma maneira perfeita de fazer isso que é com um processo chamado “split testing”.

Aqui, você publica duas versões ligeiramente diferentes do mesmo site com apenas um pequeno ajuste. A partir daí, você pode ver qual é a melhor e que gera mais vendas.

Depois de obter o tráfego suficiente para fazer uma conclusão relativamente confiante, você quer manter ou abandonar essa mudança com base nas vendas.

Isso é seleção natural e permite que você evolua seu site para o ponto onde ele fique 100% otimizado para vender seu produto para o público.

Os tipos de alterações e ajustes que você pode experimentar variam, mas eles incluem alterações no texto, os cabeçalhos, os esquemas de cores e muito mais.

Você pode automatizar isso com um número de plug-ins WordPress, um dos melhores é Optimizely (https://www.optimizely.com/) e Visual Website Optimizer (https://vwo.com/).

Como usar o marketing de conteúdo para gerar tráfego de longo prazo.

Como usar o marketing de conteúdo para gerar tráfego de longo prazo.

Outra ferramenta poderosa no marketing digital é o marketing de conteúdo. Marketing de conteúdo significa essencialmente criar um site ou blog de conteúdo e usar isso para vender seu produto ou qualquer produto que você promove como afiliado.

A grande coisa sobre o marketing de conteúdo é que ele funciona muito bem em conjunto com inúmeras outras técnicas de vendas.

Em particular, o marketing de conteúdo é altamente compatível com ter uma página de destino e na verdade, muitas vezes o objetivo do marketing de conteúdo será enviar pessoas para a sua página de destino.

O objetivo mais amplo do marketing de conteúdo é fazer você se tornar em um especialista confiável em seu nicho.

No marketing online, isso é referido como sendo um “líder de pensamento” ou uma “autoridade”. Desta forma, quando você, recomendar um produto, as pessoas serão mais propensas a ouvir você e comprar o produto que você sugere. Contudo, isso deve ser usado com muita responsabilidade.

Umas coisas mais importantes sobre como ser um afiliado de sucesso é ser ético e honesto com sua audiência.

Então, como você estar sobre o uso de marketing de conteúdo?

Como começar com o marketing de conteúdo

Para começar, você vai precisar de um blog, que será onde você vai publicar suas postagens e deixar as pessoas saberem sobre o seu negócio.

Ao mesmo tempo, você pode combinar isso com uma presença de mídia social forte, branding pesado e talvez até mesmo um canal do YouTube, de modo que seu público pode conhecê-lo melhor.

Seja bem-sucedido neste ponto. Isto é em grande parte sobre postar regularmente oferecendo valor real para seus leitores.

O mercado de afiliados tem muitos aventureiros. Mas você não. Você é uma afiliado profissional. Um afiliado de sucesso.

Não tente vender e imediatamente, mas em vez disso gaste seu tempo construindo confiança e respeito em seu nicho.

Toda vez que você publicar uma postagem no blog, você deve se perguntar: é algo que eu leria? É abrangente, envolvente e único o suficiente para se destacar de todos os outros neste nicho? Faz parecer que você realmente sabe das coisas que compartilha?

Gaste tempo projetando seu logotipo e seu site e, trabalhe para garantir que você está criando uma visão consistente que irá ajudá-lo a se estabelecer como uma autoridade na internet.

Isso pode soar como um monte de trabalho duro e você pode achar a ideias de se tornar um líder de pensamento em um nicho um trabalho esmagador. No entanto, vale muito a pena.

A principal razão para isso, é que quando você é uma autoridade em seu nicho, você não só será capaz de vender um produto, mas realmente qualquer produto que você deseja vender posteriormente.

Você terá uma rota direta para o mercado, permitindo que você alcance diretamente milhares de compradores e eles sempre estarão felizes e dispostos a seguir seus conselhos.

Esta é a estratégia que a maioria dos profissionais de marketing digital vai usar para se tornar verdadeiramente rico. Mas é preciso um pouco mais.

Observe também que se você estiver usando esta estratégia, você precisa pensar cuidadosamente sobre a qualidade dos produtos que você recomendar.

Se você promover um produto muito superficial, que não entrega muito valor, com muita força, você perderá o respeito de seus compradores e, finalmente, vai ser menos provável eles considerarem suas recomendações futuras.

Então, respeite o seu público.

Promoção do seu blog

Criar um blog altamente bem-sucedido é essencialmente uma licença para imprimir dinheiro, mas chegar lá é um longo caminho, muitas vezes cheio de altos e baixos. Este realmente não é um caso de “construir e eles virão”. Mas sim algo que você precisa trabalhar duro se você está decidido a ser bem-sucedido.

Mesmo se você postar o melhor conteúdo de qualidade no seu blog em uma base regular, mas ninguém sabe que está lá, então isso não vai lhe proporcionar muitos benefícios.

Assim, como você começa a divulgar seu blog – seu conteúdo?

Mídia social

Uma opção é usar sites de social media e social bookmarking. Ao longo do tempo, você pode usar a sinergia de mídia social, a fim de construir uma grande comunidade e no futuro você será capaz de usar isso para alcançar instantaneamente uma enorme seleção de pessoas.

No curto prazo, porém, para conseguir os seguidores iniciais, faz muito sentido usar sites de social bookmarking. Estes são locais como Reddit e Digg onde as pessoas compartilham seus sites favoritos. Você também pode tentar publicar em comunidades do Google+.

A razão pela qual isso é tão eficaz é que permite que você se comunique com um público cativo, o qual tem um interesse comum em seu assunto específico.

Assim, você pode ganhar uma enorme quantidade de ações e eles vão lê quase imediatamente suas postagens, desde que o título do seu blog seja atraente o suficiente.

Se você postar algo original e interessante, você pode potencialmente obter milhares de visitantes durante a noite.

Se você incorporar sua mídia social em sua página, isso pode, por sua vez, ajudá-lo a criar uma grande quantidade de seguidores no Twitter, Facebook, assinantes do YouTube, etc.

Marketing Influencer

Marketing Influencer é outra forma de marketing de mídia social que é incrivelmente eficaz quando usado corretamente.

Essencialmente, este tipo de marketing permite você saltar a concorrência e chegar a um ponto muito mais rapidamente, onde você atinge uma audiência muito maior e pode influenciá-los ainda mais.

Como isso funciona? Simples: aproveitando o trabalho que outros comerciantes já fizeram.

Marketing de influência significa encontrar alguém no seu nicho que já tem muita influência (um influenciador) e, em seguida, entrar em contato com eles e solicitar que eles transmitam uma mensagem o público deles, em seu nome.

Você pode pagá-los para fazer isso, você pode criar conteúdo especificamente projetado para eles compartilhar com suas audiências, ou você pode concordar em fazer uns aos outros o mesmo favor e, assim, compartilhar suas audiências existentes.

Esta técnica pode ser imensamente poderosa quando usada corretamente.

SEO

Ao mesmo tempo, você também deve usar o SEO para promover seu blog.

SEO significa “Search Engine Optimization” e significa essencialmente gerenciar seu conteúdo, seu site e seu marketing de tal forma que irá melhorar a visibilidade do seu site no Google.

No passado, SEO era muito simples, tudo o que realmente implicava era a criação de lotes de conteúdo com suas palavras-chave (os termos de pesquisa) e gerar tantos links para seu site quanto possível (com as palavras-chave como seu texto âncora).

Ao longo do tempo, porém, o Google evoluiu e tornou-se muito mais inteligente. Um monte profissionais de internet estavam usando SEO para manipular sua posição no Google e isso resultou em o Google ter que atualizar seus algoritmos.

Agora, o Google é sensível a tudo o que parece SEO óbvio e, em vez disso, a única maneira de escalar as fileiras do motor de busca de forma confiável é atualizar seu site regularmente com conteúdo de alta qualidade e usar linguagem natural.

Ao mesmo tempo, você ainda deseja reunir links de entrada, mas eles devem ser de uma ampla gama de diferentes links diferentes de diferentes fontes e que são escritos de forma diferente.

Como tal, marketing de conteúdo e SEO são em grande parte inseparáveis ​​nos dias de hoje.

Marketing de conteúdo bom e bom SEO envolve povoar seu site com conteúdo de alta qualidade.

Ao mesmo tempo, se você fizer isso bem, vai encorajar as pessoas a compartilhar seu conteúdo e linkar para ele por sua própria vontade. Conteúdo de grande qualidade que incentiva o compartilhamento natural é o que você quer em seu blog.

Publicação de convidados

Uma estratégia que ainda funciona bem para SEO – contanto que você não exagere – é postagem de convidado guest post. Guest post significa essencialmente que você está escrevendo um post para um blog de terceiros e oferecendo para publicá-lo gratuitamente – como convidado.

Como resultado, eles obtêm mais conteúdo para seus sites e isso ajuda a fornecer aos seus visitantes mais valor.

Mas é claro que você não está apenas fazendo isso só por seu bom coração, em troca você pede para incluir um link para o seu site, juntamente com uma descrição sobre quem você é (chamado de caixa de autor).

Desta forma, eles recebem conteúdo gratuito e você recebe um link de um blog bem conhecido de uma autoridade.

E-mail Marketing

E-Mail marketing pode ser usado como um suplemento ao marketing de conteúdo, como um esforço separado ou como um pouco de ambos.

Claro que a ideias por trás de e-mail marketing é criar uma lista de pessoas que têm partilhado o seu e-mail com você porque eles querem saber sua opinião, seu conteúdo gratuito, seus produtos, serviços e promoções.

A partir daí você pode então fornecer boletins informativos de valor diretamente em suas caixas de entrada, ou você pode vender a eles, promovendo seus melhores produtos e serviços como um afiliado.

Os links funcionarão exatamente da mesma maneira diretamente através de e-mails e o processo de qualquer forma é uma maneira muito pessoal e direta de influenciar seu público.

O primeiro passo no marketing por e-mail é, construir esse público. Curiosamente, você pode fazer isso da mesma maneira que você pode obter vendas para um produto desta forma mais direta de marketing.

Por exemplo, uma página de destino pode ser orientada para gerar e-mails e leads e isso normalmente é chamada de “squeeze page” ou página de captura.

Da mesma forma, você pode adicionar formulários de inscrição, também chamados de “formulários opt-in” diretamente em suas postagens de blog, em sua página inicial ou em sua coluna da direita como um widget.

Você também pode ajudar este processo, incentivando o seu público a se inscrever.

Você pode fazer isso, por exemplo, dando um e-book gratuito, ou um desconto para o seu produto.

De qualquer maneira, isso significa que eles obtêm mais valor simplesmente fornecendo seu endereço de e-mail. A maioria das pessoas vão ver isso como um bom negócio!

Configurando um Autoresponder

A fim de trabalhar de forma eficaz com sua lista, você precisa ser capaz de gerenciar seus inscritos. Você precisa ser capaz de verificar e-mails, armazená-los, apoiá-los e geralmente fazer um monte de gestão.

Este é o lugar onde um “autoresponder” é altamente recomendado, na verdade, é essencial.

Um autoresponder é essencialmente uma ferramenta projetada especificamente para esta finalidade: gerenciar de forma automática seus contatos – sua lista.

Autoresonders infelizmente não são gratuitos e isso significa que você precisa escolher qual você vai usar com cuidado. Tal como acontece com as redes de afiliados, existem três grandes escolhas que as pessoas tendem a escolher quando eles selecionam autoresponders e estes são: MailChimp (http://mailchimp.com), AWeber (https://www.aweber.com) E GetResponse (http://www.getresponse.com).

Existem outros, mas esses três são os que você vai ouvir mais frequentemente e que geralmente têm o maior apoio em termos de WordPress, plug-ins, etc.

Trabalhar qual dessas opções é a mais rentável não é tão simples como comparar uma taxa fixa como o montante que você paga dependerá de quantos assinantes que você tem. Consulte os sites para ver qual a melhor opção para você.

Tente pensar à frente – apenas porque uma opção é o mais barato agora, ela pode voltar para assombrá-lo se você acabar com um monte de assinantes (que, claro, é o objetivo!).

E-Mailing

Novamente, vamos entrar em escrita persuasiva logo mais, mas apenas observe que quando se usa o marketing por e-mail para vender um produto, vale a pena tomar uma abordagem mais gradual.

Em outras palavras, não faça a sua primeira mensagem algo que está tentando vender um produto.

Em vez disso, use uma “sequência” onde você começa fornecendo valor e gerando confiança, em seguida, passe a falar sobre o seu próximo negócio surpreendente e, em seguida, eventualmente, forneça o link para que possam conhecer um produto.

Quanto mais você gerar zumbido e entusiasmo em torno de seu produto, provável que você possa fazer mais vendas.

Como usar a escrita persuasiva para fazer mais vendas.

Como usar a escrita persuasiva para fazer mais vendas.

Agora, a melhor parte: a escrita persuasiva. Para o marketing de conteúdo, páginas de vendas e e-mail marketing, a escrita persuasiva é uma necessidade básica. Quando você aprender você será capaz de vender como um mestre Jedi.

Aqui vamos ver alguns dos princípios de uma boa escrita persuasiva.

Atenção

Seu primeiro objetivo com a escrita persuasiva é captura a atenção do leitor. Este é realmente um grande desafio da grande maioria dos profissionais de internet nos dias de hoje.

Vendo como todo mundo está com tanta pressa e tão acostumado a ser mais estimulado por anúncios, scripts de vendas, filmes e muito mais, agarrar a atenção de seu leitor é, de fato, um grande desafio.

Em outras palavras, há um milhão de coisas competindo por nossa atenção em qualquer momento e para qualquer coisa em particular. Para se destacar nesse mercado é preciso trabalhar duro aprender constantemente como fisgar seu leitor.

É por isso que uma boa maneira de começar o script de vendas é com uma breve declaração ou talvez uma pergunta para o público.

Quando você fizer isso, seu público será imediatamente puxado dentro do contexto.

Outra estratégia é aproveitar a curiosidade do público. Iniciar seu script com algo incomum para que as pessoas sejam surpreendidas e interessadas ​​em ler seu material.

O que você não deve fazer é começar com uma introdução longa – falar pelo os cotovelos. Pense: “BAM estou aqui!” E então deixe o resto seguir.

Use perguntas

Por que as perguntas são uma boa maneira de conquistar seu público?

Principalmente porque elas são naturalmente envolventes.

Quando ler uma pergunta retórica, você não se sente como se alguém está falando diretamente para você, mas também nos obriga a parar e refletir sobre o que está sendo dito.

Desta forma, estamos agora envolvidos com a informação, em vez de apenas passivamente consumindo a informação.

Utilize declarações e parágrafos curtos

Você deve começar com uma declaração curta, você também deve tentar fazer isso em todo o resto do texto.

E depois passar para a próxima linha.

Por quê?

Porque acrescenta drama no que você está dizendo.

Mas melhor ainda?

Esse tipo de escrita incentiva o seu público a permanecer ligado no seu conteúdo. Além, de claro, tornar a leitura muito mais leve.

Em geral, você deve evitar todos os parágrafos longos que só têm o efeito de colocar seu público a fugir do texto.

Tenha em mente que a maioria de nós não lê completamente a maioria dos textos online. Em vez disso, tendemos simplesmente “ler poucas linhas” e você precisa organizar o seu texto de tal forma que isso possa funcionar bem.

Use cabeçalhos

Também é propício o uso de cabeçalhos para facilitar a leitura. Cabeçalhos são importantes porque eles nos permitem saltar para seções específicas no texto.

Quando usado corretamente, seus cabeçalhos devem sozinhos fornecer toda a história e incentivo suficiente para o seu público permanecer lendo sua mensagem ou querer comprar seus produtos.

Tenha uma Narrativa

Outra maneira de envolver seu público e garantir que eles não saiam antes que tenham chegado ao final da página é usar um fio narrativo por toda parte.

Em outras palavras, seu texto deve ser baseado em uma história de sua perspectiva (primeira pessoa).

Então, se você está tentando vender um livro sobre como ganhar dinheiro online, você pode começar com a frase:

“Só há alguns meses eu estava realmente lutando com o dinheiro”

Ou talvez:

“Quer saber como eu acabei de ganhar R$ 1.000 durante a noite?”

Isso funciona por várias razões. Para começar, nos permite imaginar nos sapatos do narrador que aumenta o “fator desejo”.

Ao mesmo tempo, essa estratégia também torna muito difícil parar de ler. Isso porque quase sempre queremos terminar histórias para descobrir o que vai acontecer – nós evoluímos para ouvir histórias e esperamos até o final da narrativa e isso pode ser usado para a vantagem do vendedor.

Mesmo que parte do seu público não esteja interessada ​​no que você tem a dizer, eles podem querer saber como a história termina.

Medos

Usar a primeira pessoa na narrativa permite que seus leitores entrem na conversa. Este é um grande começo.

Uma coisa que você quer fazer com isso, é expressar suas preocupações e aliviar quaisquer medos que possam ter.

Assim, no caso de uma dieta “maluca”, o medo é, naturalmente, que a dieta seja perigosa ou uma moda passageira. Você pode colocar essas preocupações para descansar com a primeira pessoa da narrativa, dizendo:

“É claro que eu estava preocupado que este era apenas outro golpe como todo o resto – talvez até perigoso – mas não, desta vez as coisas eram diferentes!”

Pense na Proposição de Valor

O mais importante de tudo é pensar em sua “proposição de valor”. Basicamente o valor reside no que você está vendendo – como o seu produto ou serviço irá melhorar a vida das pessoas que o compra.

O velho ditado diz que você vende “cabeças quentes” ao invés de chapéus. Em outras palavras, o leitor só se preocupa com a forma como o produto irá beneficia-lo.

Em outras palavras, você deve levá-los a realmente visualizar suas vidas após o seu produto.

Se é um produto que vai fazer eles ganharem mais dinheiro, então leve-os a imaginar todas as armadilhas desse estilo de vida: viagens, brinquedos, casas grandes, iates, aviões privados.

Pense: AIDA

Quanto à sua estrutura básica, seu primeiro objetivo é garantir que seu público sabe o que é que você está vendendo.

Lembre-se, eles provavelmente não terão ouvido falar de seu produto antes.  Então não salte diretamente para o campo.

AIDA significa ‘Atenção, Interesse, Desejo, Ação’ e é um bom esboço para o fluxo de seu discurso de vendas.

Autoridade sociais

Você pode incentivar as pessoas a comprar seus produtos combinando fontes de autoridade sociais.

Por exemplo, diga à sua audiência que o seu produto é apoiado pela ciência. Contudo, não minta, encontre um estudo que prove isso. Encontre um testemunho digno de confiança e obtenha depoimento de clientes anteriores.

Você tem um motivo muito claro para promover seu produto e dizer que ele é melhor do mundo. Então deixe-os ouvir de alguém que usou o produto e teve resultados.

Amabilidade

Ao longo de tudo isso, tente se tornar tão simpático quanto possível. Inúmeros estudos nos mostram que quanto mais simpáticos somos, mais capazes de persuadir alguém nós nos tornamos.

Use escassez

Se você empregou todos esses métodos, então você deve ter um cenário onde as pessoas estão animadas para comprar seu produto, já que ele pode ajudá-las a mudar suas vidas.

A chave agora é fazer com que seus compradores atuem por impulso e não desapareçam e “pensem” na proposta é usar a escassez.

A maior parte da compra que fazemos é feita por impulso, baseada na emoção e não na lógica. Se eles partirem para pensar sobre isso, eles quase certamente não vão voltar.

É agora ou nunca, então você precisa fazê-los agir rapidamente.

Você pode fazer isso usando escassez de tempo ou quantidade.

Escassez de tempo significa dizer que eles têm apenas X quantidade de tempo para comprar o seu produto. Essa é uma técnica super eficaz.

Isso funciona por que significa que há menos versões do seu produto lá fora. Isso é ótimo porque escassez = valor.

Marketing direto – a maneira mais rápida de começar a ganhar dinheiro como afiliado.

Marketing direto – a maneira mais rápida de começar a ganhar dinheiro como afiliado.

Todas as estratégias que olhamos até agora se concentram em planos de longo prazo para construir confiança e eventualmente transformar isso em vendas.

Mas, e se você quiser comercializar diretamente?

Você não vai construir o mesmo modelo de negócio de longo prazo, mas você vai ganhar dinheiro rápido e é isso que muitas pessoas estão dispostas a fazer.

Lembre-se também que você pode combinar qualquer uma das técnicas. Então você pode usar um blog e marketing de conteúdo para ganhar confiança e você pode usar o marketing direto para fazer renda de curto prazo.

O marketing direto significa basicamente usar seu link e mostrá-lo diretamente ao seu público. Existem várias maneiras de fazer isso. E vamos ver a seguir.

Publicidade paga

A maneira mais óbvia de colocar seu link lá fora para o público, imediatamente, é com a publicidade paga. A melhor opção aqui será usar uma forma de publicidade PPC, que significa “Pay Per Click” ou pagamento por clique.

Com esse tipo de publicidade, você só paga quando alguém clica nos seus anúncios. Este montante é predefinido por ‘lances’ no espaço publicitário e pela definição de um orçamento de publicidade.

Como regra geral, você geralmente vai pagar apenas alguns centavos por cada clique. Isso significa que se você está recebendo R$ 100 por venda como afiliado, você poderá cometer alguns “erros” antes de quebrar.

Em geral, você pode ter menos de 2,5% de taxa de sucesso e ainda ter lucro.

Além disso, se você usar suas plataformas de publicidade corretamente, você pode segmentar seu público-alvo e, assim, garantir que você anuncie apenas para pessoas que provavelmente desejarão comprar seu produto.

Com o Facebook Ads, por exemplo, você pode segmentar seu público com base em sua idade, sexo, localização, estado civil, descrição do trabalho e até hobbies.

Isso significa que você pode certificar-se de que seu anúncio será exibido para o público alvo correto, se você configurar corretamente, claro. Você pode garantir que sejam gerentes que veem o seu anúncio para um e-book sobre SEO destinado a pequenas empresas.

Com o Google AdWords, por outro lado, você pode segmentar por termo de pesquisa e isso efetivamente lhe permite obter os mesmos benefícios como SEO – mas imediatamente e sem qualquer chance de não funcionar.

Assim, por exemplo, você pode usar o Google AdWords para segmentar o termo de pesquisa “e-book sobre como ganhar dinheiro online“.

Lembre-se, você não será cobrado se ninguém clicar!

Como uma dica rápida, considere colocar o preço do produto direito no título do anúncio. Desta forma, as pessoas não clicarão, a menos que, pelo menos teoricamente, estejam dispostas a gastar algum dinheiro com o que você está vendendo.

Mais Técnicas de Marketing Direto

Há uma tonelada de outras maneiras que você pode começar a ganhar dinheiro imediatamente na internet com marketing direto.

Um exemplo é patrocinar um grande blogueiro ou influenciador de mídia social para divulgar seu link de referência.

Outra maneira é fornecer posts de convidado com o seu link de afiliado embutido, ou um link para uma página de destino – desta forma há zero investimento. Assim você estará fazendo lucro puro. Esta é outra forma de marketing influenciador.

Você também pode postar diretamente em fóruns, responder a perguntas em sites como Yahoo Respostas, ou publicar em sites de social bookmarking. Apenas tenha cuidado para não ser banido.

Você pode criar um canal no YouTube e obter um número surpreendente de visitas sem ter que fazer qualquer marketing e você pode até mesmo distribuir folhetos contendo o seu link de afiliado ou página de destino.

Outro truque é dar gratuitamente um e-books. Se o seu e-book fornece valor real para o seu público, muitas pessoas vão lê-lo, e se você colocar seus links de afiliados a pessoas vão clicar neles. Essa pode ser uma boa estratégia.

Técnicas e lições avançadas do mercado de afiliados.

Técnicas e lições avançadas do mercado de afiliados

Técnicas e lições avançadas do mercado de afiliados.

Às vezes, os criadores de produtos vão querer incentivar um pouco de esforço extra por parte de seus afiliados para alavancar as vendas.

Isto é especialmente comum quando eles estão lançando o produto por um tempo limitado, como um especial de 7 dias.

Nessas casos alguns produtores oferecem prêmios em dinheiro para os afiliados que fazem mais vendas, oferecendo ainda mais incentivo.

Este exemplo foi retirado do concurso de afiliados de um criador de produtos, que mostra os prêmios que os afiliados poderiam potencialmente ganhar:

1º lugar: R$ 1000

2º lugar: R$ 500

3º lugar: R$ 300

4º lugar: R$ 200

5º-10º lugar: R$ 100

Este exemplo específico não tem mínimo. Isso significa que não são necessárias vendas mínimas para se qualificar para os prêmios em dinheiro.

No entanto, você encontrará concursos de outros produtores que exigem um mínimo de vendas necessárias. Um numero mínimo é usado como uma guarda de segurança no caso de seu lançamento não atingir a quantidade de vendas esperadas.

Basicamente, agora você tem que pensar que você não está apenas tentando vender, você também está tentando competir. Isso significa que você precisa encontrar uma maneira de oferecer algo extra em cima do que todo mundo está oferecendo.

Tente incentivar as compras, oferecendo bônus para os compradores – e-books gratuitos, por exemplo, descontos de futuros produtos, vídeos … qualquer coisa que você pode pensar que possa agregar valor para o comprador.

A melhor maneira é oferecer bônus que estão altamente relacionados com o produto a ser vendido.

Por exemplo, se você está promovendo um produto relacionado à queima de gordura da barriga, você poderia oferecer bônus como eBooks sobre como fortalecer os bíceps. Outro exemplo – se você está promovendo um plug-in, você poderia oferecer tutoriais em vídeo sobre como começar a usar o plug-in.

Oferecendo bônus você não só se separa de outras afiliados, mas também aumenta as taxas de conversão, uma vez que seus clientes serão mais inclinados a comprar de você por causa dos bônus.

Construir o seu público também irá ajudá-lo a ter uma vantagem sobre a concorrência.

Mais leads em seu banco de dados de e-mail sempre leva a mais vendas, por isso sempre torne prioridade construir seu banco de dados de e-mail. Como afiliado profissional isso é básico. Sempre construa sua lista de e-mails.

Olhe para esses concursos e oportunidades, pois eles podem fornecer uma boa oportunidade para ganhar dinheiro em curto período de tempo.

Conclusão e Plano de Ação

Conclusão e Plano de Ação

Conclusão e Plano de Ação

Você tem uma tonelada de métodos diferentes que você pode usar para começar a ganhar dinheiro como afiliado. Isso é um monte de informações para digerir, porém, assim como um guia mais direto, basta tentar seguir estes pontos-chave:

Escolha o produto com muito cuidado considerando o público-alvo, o estado do mercado e as potenciais “rotas para o mercado” que você poderia anunciar;

Pense também sobre o produto que lhe oferecerá mais lucro a curto e longo prazo;

Se você já tem um canal com uma grande audiência, comece a vender por ele;

Caso contrário, configure uma maneira de começar a gerar lucros diretos e imediatos: provavelmente será através de anúncios do Google ou do Facebook;

Ao mesmo tempo, trabalhe na criação de uma audiência para si mesmo – comece criando um blog e ou canal no nicho correto;

Use uma combinação de marketing de mídia social, marketing de conteúdo, marketing de vídeo, marketing de influenciador e mais… para criar confiança e autoridade em seu nicho;

Você também deve aproveitar esta oportunidade para coletar e-mails;

Você pode começar a vender diretamente recomendando os produtos selecionados para sua audiência;

Então, tente outro produto;

Se você está interessado em dar um passo adiante, você pode continuar vendendo seus produtos existentes que estão vendendo bem e trocá-los por um produto que você realmente criar;

Você só precisa saber como realmente persuadir seu público e você precisa ficar ligado no processo para que você possa ajustar sua abordagem. Logo, você poderá estar fazendo um bom dinheiro com produtos que você não criou e mesmo com produtos que você criou.

IMPORTANTE: Para acelerar e começar rapidamente a ganhar na internet, acesso o Fantástico Treinamento Fórmula Negócio Online.

Sobre o autor | Website

Olá, meu nome é Valderlei de Jesus, proprietário e administrador do blog. Sou autor do livro digital VOCÊ PODE SER RICO e também do livro A Filosofia do Sucesso, também digital. Sou o criador do blog Viver Com Prosperidade, o melhor blog de desenvolvimento pessoal do Brasil, com mais de 20.000 assinantes.

E-book Ideias Dinheiro!

Aprenda passo-a-passo como ganhar dinheiro trabalhando a partir de casa.

100% livre de spam.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

4 Comentários

  1. A.almeida disse:

    Cara seu conteúdo é completo e bem claro com riquezas de detalhes.

    Muito bom mesmo.

    E falando do curso do FNO é o melhor no segmento dele.

    Sucesso colega