Empreendedorismo Valderlei de Jesus

Internet marketing para iniciantes: Tudo que você precisa saber para criar seu próprio negócio altamente bem-sucedido na internet.

Internet marketing para iniciantes: Tudo que você precisa saber para criar seu próprio negócio altamente bem-sucedido na internet.

O que é internet marketing e por que você deve se importar?

Internet marketing ou simplesmente, marketing na internet, implica simplesmente promover o seu negócio na web. Qualquer atividade de marketing que é realizada on-line é considerado “internet marketing” e que inclui:

Otimização para mecanismos de pesquisas (SEO);

Marketing de conteúdo;

Marketing de mídia social;

Publicidade PPC;

Marketing de influência;

Comunicados de imprensa (Press releases);

E-mail marketing;

E mais …

Estes vários pilares do internet marketing podem ajudá-lo a trazer mais visitantes para um site ou blog e que, por sua vez, dá-lhe a oportunidade de promover o seu negócio e, esperamos, conduzir ‘conversões’ (ou seja, transformar visitantes em clientes).

O que torna o marketing na internet tão eficaz é que ele não tem que custar uma quantidade enorme de dinheiro para ser bem-sucedido.

Você pode gastar um monte de tempo em SEO e marketing de conteúdo e, assim, tentar colocar o seu site no topo do Google, mas às vezes é preciso apenas um link inteligente para conduzir enormes quantidades de tráfego para o seu site ou blog.

E se você está disposto a investir tempo e esforço consistente, então qualquer um pode construir um público enorme e leal, assim, se tornar um grande influenciador em seu nicho.

Assim, o internet marketing é o “grande equalizador”. Marketing já não requer um orçamento enorme: agora é algo que você pode fazer tão bem como as maiores organizações – contanto que você trabalhe de forma inteligente com ele.

Marketing na internet tem outras vantagens também: ele permite que você realmente se envolva com o seu público, por exemplo.

Usando a mídia social você é capaz de interagir com os próprios clientes que você está tentando conquistar e obter feedback a partir deles. Então, há o simples fato de que a web é capaz de atingir uma audiência tão grande quanto ela seja – incluindo pessoas de todo o mundo.

Se você está vendendo algo com o transporte marítimo internacional, então esta é de longe a melhor maneira de atingir uma audiência global.

Se você vende para o mercado local, você também pode alcançar esse público de forma ainda mais eficiente com o uso da internet.

O que é Internet Marketing?

Por muitas razões, o internet marketing é para todos. Não importa o tipo de negócio que você está desenvolvendo, você é ser capaz de se beneficiar do marketing na internet e descobrir que ele pode ajudá-lo a aumentar a visibilidade de sua marca, para aumentar o seu público e fazer maiores lucros.

Algumas empresas só são capazes de existir graças ao marketing na internet. Estes são negócios inteiramente online, tais como as pessoas que vendem e-books e-cursos, por exemplo.

E-books são produtos digitais sem despesas gerais e por fazer marketing corretamente, é possível fazer enormes quantidades de vendas, sobre as quais você ganha quase 100% do lucro.

E-books podem ser algo de uma venda difícil, mas o fato de que você pode chegar a uma audiência tão maciça e se envolver com eles diretamente significa que você pode obter o volume de negócios suficiente para ganhar grandes lucros.

Essas empresas só existem graças ao internet marketing!

Outras empresas também dependem muito fortemente de marketing na internet. Se você vender um serviço online, como web design ou copywriting, usar o internet marketing permitirá que você possa garantir que um grande número de potenciais clientes vão ver o seu site e considerar a contratação de seus serviços.

Saber como alcançar esse público online é a diferença entre longas secas onde você não está trazendo dinheiro e um fluxo constante de pedidos e renda.

Claro, o mesmo também é verdade para um negócio de comércio eletrônico que existe para transformar os visitantes de um site em clientes de forma semelhante.

A Amazon gasta mais de US $ 1 milhão por dia no Google AdWords, o que mostra o quanto a empresa valoriza seu marketing na internet.

Mas não é apenas negócios online que podem se beneficiar de marketing na internet. Grandes marcas como CocaCola, Red Bull, Marvel, Ford… todas elas gastam enormes quantias em marketing na internet porque sabem que agora o marketing online é mais eficaz do que gastar o mesmo dinheiro em mídia impressa ou televisão.

E o mesmo vale para as pequenas empresas, como cabeleireiros, restaurantes e lojas de rua. Assim como profissionais como: encanadores, construtores, advogados, etc…

Como veremos, qualquer um pode se beneficiar do internet marketing e como essa é a única maneira mais eficiente para aumentar o alcance da sua empresa.

Internet marketing para iniciantes: O que você aprenderá.

Internet marketing para iniciantes: O

Internet marketing para iniciantes: O

A única coisa que mantém a maioria das pessoas presas – paradas, é claro, o simples fato de que elas não sabem como trabalhar com o internet marketing – eles não entendem como o SEO funciona, eles não têm certeza como influenciar seus clientes e também não sabem trabalhar as mídias sociais ao favor de seus negócios.

Se você se encontrar nessa situação, então não se preocupe. Vamos ensinar-lhe tudo o que você precisa saber, a fim de desenvolver qualquer tipo de campanha de marketing na internet com confiança e eficiência.

O melhor de tudo é que vamos ajudá-lo a aprender a criar campanhas inteligentes de marketing na internet – os tipos que obtêm resultados máximos com a menor quantidade de dinheiro e tempo.

Acabamos de dizer que a Amazon gasta cerca de US $ 1 milhão por dia no Google AdWords e isso pode fazer você se perguntar como você poderia competir.

A resposta?

Você não pode!

Nosso objetivo não é assumir grandes corporações cabeça-a-cabeça, mas sim, encontrar o caminho de menor resistência – para identificar os cantos da web onde muitos clientes potenciais estão à espera e ninguém está atualmente comercializando para com eles.

Você vai aprender como fazer isso e muito mais no decorrer dessa leitura.

Neste guia de internet marketing para iniciantes, você, especificamente, você aprenderá:

Como escolher um nicho e encontrar seu público alvo perfeito;

Como criar um site incrível em menos de uma hora;

Como otimizar conversões para converter visitantes em clientes;

Como escalar seus resultados no Google usando SEO inteligente;

Como fornecer valor através de um blog e tornar-se um líder de pensamento em seu nicho;

Como criar e administrar uma lista de contatos;

Como criar um canal de mídia social próspero e popular;

Como escrever artigos impressionantes e scripts de vendas matadores;

Como usar comunicados de imprensa, cartas de vendas de vídeo, páginas de vendas e outras ferramentas;

Como trabalhar com outros profissionais de internet marketing;

Como criar seu negócio online com sucesso;

E muito… muito… mais!

Então vamos lá …

Começando com sólidas fundações.

Começando com sólidas fundações

Este é um guia de internet marketing para iniciantes e, como tal, vamos começar a entender as bases. Estas são as bases de todos os negócios online bem-sucedido.

Como vimos na introdução, internet marketing é para todos e pode se aplicar a muitos tipos diferentes de negócios. Para os propósitos deste guia, porém, vamos categorizar, categoricamente os leitores em dois grupos:

Aqueles com um negócio já existente que querem promover com mais abrangência e eficácia;

Aqueles que desejam iniciar um negócio online ou ganhar dinheiro diretamente através do marketing na internet.

E por agora, vamos nos concentrar no segundo grupo. Se você já tem um negócio, ainda vale a pena continuar sua leitura normalmente, mas se você está com pressa para chegar ao material ideal para você, pule até a seção sobre a criação do site.

Escolhendo um nicho

Se seu plano é construir um negócio totalmente online e ganhar dinheiro diretamente a partir de um blog, ou talvez vendendo produtos digitais, então a primeira coisa que você precisa fazer é escolher um ‘nicho’.

O termo nicho neste contexto refere-se essencialmente a um assunto, uma indústria e uma audiência. Em outras palavras, um nicho pode ser “saúde” ou pode ser “tricô”.

Isto é sobre o que o seu blog vai escrever, é sobre o que os produtos que você vende devem ser e ele irá determinar com precisão sobre o que é sua empresa.

Escolher seu nicho é uma das etapas mais importantes em criar um negócio online bem-sucedido. A razão para isso é que que seu nicho de mercado afetará diretamente a quantidade da competição, bem como o tamanho de sua audiência.

Se o seu assunto é “saúde”, então você vai competir com milhões de outros sites já existentes e isso vai tornar a sua vida muito mais difícil, na verdade.

Quando você escrever uma postagem no blog sobre “como perder barriga”, por exemplo, vai ser incrivelmente difícil chegar ao topo do Google, uma vez que existem tantos outros blogs e postagens sobre este mesmo tema.

Da mesma forma, se você postar em um fórum de fitness e mencionar o seu e-book, pode não ser interessante, porque já há tantos outros lá fora.

Por outro lado, porém, você também precisa evitar escolher um nicho muito pequeno. Se o nicho que você escolher for, por exemplo: ‘percevejos como animais de estimação’, será apenas uma questão de tempo antes de você ter comercializado para a maioria daquela audiência e não haverá mais ninguém para comprar de você (se é que existe audiência para percevejos).

Outra consideração importante ao escolher um nicho é o que você pode oferecer ao público e quanto eles são propensos a gastar.

Ao criar um produto, é sempre útil pensar em termos da proposição de valor. Isso basicamente se refere ao que seu produto está oferecendo ao comprador, que deve ser muito maior do que o valor nominal. Ou seja, o valor que seu produto oferece deve ser maior do que o preço cobrado por ele.

Quando você vende um e-book, por exemplo, a proposição do valor vem do fato de que seu comprador esperançosamente será muito mais apto após ler seu livro se aplicar o conhecimento que você está compartilhando.

Você realmente não está vendendo um livro digital, mas sim um corpo sexy e tonificado. Você está vendendo confiança, você está vendendo energia e você está vendendo atratividade física para o sexo oposto.

As pessoas estão dispostas a pagar muito por essas coisas e, portanto, você pode se dar ao luxo de cobrar mais por seu e-book, desde que gere essa percepção de valor percebido.

Por outro lado, se você tem um livro sobre gatos, então você só pode cobrar as pessoas por aprender um pouco mais sobre seus animais de estimação – que não é algo pelo o que as pessoas estão dispostas a pagar tanto assim.

Também é importante ter um público-alvo muito claro em mente. Elaborar uma persona de seu comprador e pensar sobre o tipo exato de pessoa que estaria interessado no seu produto.

Eles têm renda suficiente disponível?

Você sabe onde você pode encontrá-los, a fim de comercializar o seu produto?

Então, como você escolhe um nicho?

Se isso tudo soa um pouco confuso, então a melhor maneira de escolher um nicho é muitas vezes encontrar um nicho muito grande e popular com uma proposta de valor muito forte (fitness, finanças, negócios, namoro) e, em seguida, “estreitar” para encontrar uma fatia específica dentro desse nicho, são os chamados micro nichos.

Por exemplo:

Fitness para os maiores de 50 anos;

Fitness para nerds (‘NerdFitness.com’ é um site altamente popular);

Aptidão para a condição X;

Fitness para artistas marciais;

Negócios online para estudantes universitários;

Ganhar dinheiro online para mães que ficam em casa o dia todo.

Experimente e pense em algo tão original quanto possível, enquanto ao mesmo tempo, se certifique de que há uma grande audiência e que você pode resolver uma necessidade específica.

Ao mesmo tempo, tente escolher um nicho que você realmente tem um interesse e algum conhecimento sobre ele. Isso irá ajudá-lo a escrever melhores posts e irá garantir que você não se canse de seu negócio ao longo do tempo.

Esta é realmente uma das dicas mais importantes – por isso não seja motivado por dinheiro, apenas, ou você poderá se encontrar em um negócio sem poder de permanência.

Finalmente, pense em quaisquer conexões que você já tenha e em qualquer contato dentro desse nicho.

Se acontecer de você conhecer um editor de uma revista de jardinagem, pode fazer sentido iniciar um negócio no nicho de jardinagem. Da mesma forma, se você é um membro proeminente de um grande fórum sobre saúde, então este é um nicho muito lógico para escolher, você será capaz de postar sobre o seu blog lá e esperar obter uma grande reação.

Em suma: tente ter um plano de negócios pronto antes mesmo de começar a escrever. Conheça sua estratégia, conheça o seu jogo e deixe seu nicho ditar tudo isso.

Criando um site incrível

A próxima coisa que você precisa fazer, é criar um site realmente incrível. Isso é altamente importante, uma vez que o seu site é o que vai criar as primeiras impressões para os seus visitantes e gerar confiança para eles comprarem de você.

Isso faz toda a diferença. Pense sobre sua própria experiência: se você está procurando, online, um lugar para comer, um produto específico para comprar ou um blog para ler … se o site é bem concebido, então as chances são de que você vai se sentir confortável visitando suas páginas.

Se a fonte é grande e nítida, então será agradável para as pessoas lerem.

Se o logotipo é bem projetado e de alta definição, então ele vai criar confiança em sua marca.

Se a navegação é simples e fluida, então os visitantes serão capazes de encontrar o seu caminho em torno do site.

E se o botão ‘Comprar Agora‘ parece oficial e seguro, então as pessoas estarão muito mais confortáveis para ​​entrar com suas informações de pagamento.

Quantas vezes você carregou um site para comprar alguma coisa, procurar informação, somente adiar imediatamente por faltar confiança no designer ou no projeto do site?

Não deixe esta ser a experiência que seus visitantes vão ter com seu site ou blog. Certifique-se que seu site tenha um designer limpo e profissional. Não aceite qualquer coisa que seja menos profissional do que os jogadores muito superiores no seu nicho.

Se você quer ser levado a sério, então seja sério sobre o seu negócio.

Então, como criar um site atraente e que realmente converte?

A boa notícia é que nestes dias, é muito fácil criar um site ou blog de alto nível. O WordPress facilita e, muito, o nosso trabalho na hora de criar sites e blogs profissionais, com facilidade.

WordPress é, naturalmente, um sistema de gerenciamento de conteúdo e uma ferramenta ou plataforma de construção de sites e blogs. Instale-o no seu servidor (normalmente está disponível através das ferramentas fornecidas pelo seu provedor de hospedagem, ou você pode baixar os arquivos a partir do WordPress.org) e então você poderá fazer login em um painel de administração e escolher um tema e layout, assim como adicionar posts e recursos facilmente.

O WordPress é de longe a ferramenta mais popular, hoje em dia, para construção de sites e blogs e é usado por muitas das maiores marcas na net – incluindo alguns sites da BBC, Forbes, Wired, The Four Hour Blog e muito mais.

É também gratuito e tem um número enorme de características diferentes, recebe apoio de uma comunidade maciça online e tem customização quase infinita.

Em outras palavras, não há nenhuma razão para não usar o WordPress nos seus projeto online – é uma plataforma testada e aprovada e torna as coisas mais fáceis e mais rápidas para você, enquanto ainda resulta em um produto final altamente profissional.

Depois de ter instalado o WordPress, você deve olhar para adicionar um tema profissional.

Felizmente, estes também podem ser adicionados muito simplesmente olhando para os temas disponíveis através do próprio WordPress, ou comprando-os de várias lojas online que vendem temas Premium.

Um bom local para comprar estes temas profissionais é o ThemeForest.com.

Um tema de aparência profissional com boas opções de personalização geralmente irá custar cerca de US $ 40 – 60 e este é um investimento muito rentável, pois pode tornar seu site consideravelmente mais profissional e capaz de competir com os melhores jogadores no mercado.

Eu particularmente, o uso um tema Premium, o melhor que já usei, que você pode adquirir clicando AQUI.

Você também precisa de um bom logotipo, que irá ajudá-lo a marcar o seu negócio e lhe dará mais opções de marketing.

Um bom logotipo precisa ser único, ele precisa encapsular o que é o seu negócio (tentar comunicar a proposta de valor se você puder) e ele precisa ser nítido e de alta qualidade profissional.

Se você criar seu próprio logotipo, então é muito importante que você use arquivos vetoriais através de software como o Adobe Illustrator, a fim de torná-lo profissional.

Melhor ainda é terceirizar este trabalho para outra pessoa. Considere o uso de sites como; Fiverr.com ou Workana.

Introdução ao Marketing de Conteúdo.

Introdução ao Marketing de Conteúdo

Introdução ao Marketing de Conteúdo.

Existem muitos aspectos diferentes para o bom marketing na internet, que incluem SEO, comunicados de imprensa, marketing de mídia social, marketing de influência, vídeo marketing e muito mais.

Era uma vez; o internet marketing poderia significar simplesmente escolher uma dessas facetas – como SEO – e, em seguida, tentar fazer spam até um site chegar ao topo do Google e começar a receber milhares de visualizações.

Hoje, porém, este método simplesmente não funciona e, na verdade, é muito mais provável que você seja penalizado pelo Google.

Hoje, a única maneira de ter sucesso duradouro online é entregando qualidade e a melhor maneira de fazer isso é atualizando seu blog e ou canal no YouTube regularmente, com conteúdo de valor para sua audiência.

Este é o esteio central do marketing de conteúdo e como você verá, o marketing de conteúdo pode fornecer a espinha dorsal de toda a sua estratégia de marketing digital.

Mas, o que é Marketing de Conteúdo?

Então, o que, de fato, é marketing de conteúdo? Bem, essencialmente, o marketing de conteúdo significa que você está promovendo seu site, seu negócio através do conteúdo útil, que você usa para trazer mais pessoas interessadas no seu site, no seu negócio ou produto e desenvolve sua marca.

As pessoas não vão visitar o seu site ou blog só por causa da bondade do seu coração. Elas vão lá porque estão procurando algo e algo será normalmente uma resposta a uma pergunta digitada nos seus mecanismos de pesquisa, como o Google, por exemplo, então elas encontram seu conteúdo.

Por exemplo, digamos que você digitou no Google: “Como ganhar dinheiro”, daí você chegou aqui no meu blog. Ou você alguma vez digitou no Google: “Como perder peso”, daí encontrará algum site, blog ou vídeo sobre o tema que você está buscando.

As pessoas usam a internet para encontrar informações, para entretenimento ou para ver notícias – tudo o que significa conteúdo.

Sua estratégia central, deve ser publicar conteúdo em seu blog regularmente e usar isso como uma forma de gradualmente trazer mais e mais visitantes.

Eventualmente, isso deve permitir que você estabeleça confiança e autoridade dentro do seu nicho. Além de construir um grande seguimento de leitores regulares que querem encontrar seu conteúdo.

Seu conteúdo é também o que você usa para suceder nos vários outros tipos de marketing na internet.

Ao longo dos próximos tópicos, você verá como o conteúdo é essencial e para SEO, bem como para as mídias sociais. Isso porque o conteúdo é o que as pessoas estão procurando no Google e é o que você vai compartilhar com eles, principalmente na mídia social.

Mas o objetivo não é levar as pessoas para o seu site para fazer vendas a curto prazo. Em vez disso, seu objetivo é fazer com que as pessoas se inscrevam no seu site, para voltar e lê-lo regularmente.

Como fazer as pessoas consumirem seu conteúdo regularmente?

A maneira como isso funciona é simples: em primeiro lugar, um visitante encontra o seu site, quer no Google ou através de um post de mídia social. O artigo parece e soa interessante, eles leem e espero que eles tenham uma boa experiência.

Mas isso não vai levar a uma venda e não vai levar a um assinante na maioria dos casos.

Em vez disso, eles vão apenas fazer uma nota mental que seu site foi confiável e interessante e por isso, se eles veem um post do seu site novamente, em suas viagens, eles serão mais propensos a lê-lo na próxima vez.

É importante que o seu jogo de branding e web design seja forte, pois isso irá garantir que eles reconheçam o fato e que estão retornando a um site que já viram alguma vez antes.

Eventualmente, você vai chegar ao ponto onde eles têm uma pergunta e eles decidem voltar-se para você para um conselho.

Eles sabem que você é confiável, eles gostam da maneira que você escreve e por isso faz sentido que eles te procurarem quando querem saber alguma coisa.

Neste ponto, você tem a sua confiança deles e será muito mais fácil para você persuadi-los a fazer uma compra ou a ler o seu site regularmente.

Eventualmente, se tornarão subscritores e começarão a olhar ativamente o que quer que você esteja escrevendo regularmente. Isso significa que você tem um público cativo e da próxima vez que você quiser vender um produto, você será capaz de fazê-lo com relativa facilidade!

E não – esta estratégia não é apenas para empresas online ou vender e-books. Esta estratégia também pode trabalhar para uma loja de rua ou um salão de cabeleireiro – é tudo sobre como obter mais pessoas lendo seu conteúdo regularmente para que você construa essa audiência e ganhe sua confiança.

Naturalmente, algumas estratégias de marketing na internet podem confiar menos no marketing de conteúdo do que outras, mas esta é uma atividade que todas as empresas devem se envolver. Tudo gira em torno de fornecer valor gratuitamente.

Como alimentar seu site ou blog com conteúdo interessante que irá atrair visitantes regularmente e construir confiança

Isso pode soar muito bem, mas a próxima pergunta é como você vai fazer isso?

Como você vai criar conteúdo interessante e envolvente para o seu site, que as pessoas vão querer ler em uma base diária?

Especialmente se você, naturalmente, não é um escritor?

A primeira coisa é entender o tipo de conteúdo que as pessoas gostam de ler e o tipo de conteúdo que é compartilhado na internet.

E uma pista aqui reside em um termo que é geralmente desprezado na comunidade: click bait.

Click bait ou isca de cliques é um conteúdo projetado para levar as pessoas a clicar e que muitas vezes fornece pouco ou nenhum valor.

Você provavelmente já viu este tipo de conteúdo no Facebook: estes são os posts com títulos como: “Você nunca vai acreditar no que acontece a seguir!” Ou “Top 10 X, o número 7 vai chocá-lo!”.

Estes títulos fazem as pessoas clicarem aproveitando o poder da curiosidade.

Os títulos são propositadamente vagos e também emocionalmente carregados (dizendo que você ficará chocado ou indignado de alguma forma com alguma coisa).

Os artigos parecem oferecer algo completamente novo, inesperado e chocante.

Infelizmente, quando clicamos nos links, muitas vezes nos encontramos com algo bastante decepcionante e na realidade não consegue sobreviver ao longo do tempo.

Agora, eu não vou dizer para você escrever um conteúdo clickbait. Mas o que eu vou fazer, é dizer para você escrever conteúdo que seja igualmente chocante e interessante.

O que você absolutamente deve evitar são títulos como:

“Dez Grandes Exercícios Para Perder Barriga”, ou “SEO para Iniciantes”

Estes títulos são inventados: todos nós já ouvimos coisas semelhantes inúmeras vezes antes e eles simplesmente não conseguem se destacar ou parecer emocionante.

Seu objetivo é escrever algo tão intrigante e tão chocante quanto um título clickbait, mas, em seguida, realmente entregar a promessa, certificando-se de que a realidade é tão impressionante quanto o que você está prometendo no título.

Então, em vez de “Dez grandes exercícios para perder barriga“, faça algo como: “O que acontece se você fizer 100 abdominais todas as noites?” Ou “A anatomia do seu abdômen – os músculos que você não sabia que tinha e como treiná-los“.

Em vez de “SEO para Iniciantes“, faça algo como: “O impacto psicológico de fazer $$$ Online” ou “Como eu faço R$ 200 por dia a partir de um site que eu construí no ano passado“.

Estes títulos são inerentemente mais interessantes porque eles são diferentes, porque eles têm um elemento humano, porque eles prometem valor real.

Se você usar esse tipo de títulos, você receberá cliques – especialmente se você os publicar nos fóruns ou grupos certos.

E se você entregar o valor prometido nos títulos dentro do seu conteúdo, as pessoas acabarão por procurar você para conhecer suas histórias mais originais e emocionantes.

E ‘histórias’ é uma palavra muito importante aqui. As pessoas adoram histórias. Histórias vendem!

Dar a qualquer post uma estrutura narrativa (estruturando-o como uma história) e falando sobre pessoas reais que foram afetadas positivamente por seu conselho é uma das melhores maneiras de garantir que as pessoas vão querer ler o seu conteúdo.

Algumas outras dicas:

Espace bem o seu conteúdo – evite grandes blocos de texto;

Use muitos títulos altamente descritivos que informarão aos seus leitores sobre o que é cada tópico;

Use uma fonte grande e agradável;

Ilustre o seu conteúdo com imagens atraentes;

Escreva de forma concisa, divertida e fácil de ler;

Forneça muitos links para outros recursos dentro do seu conteúdo.

A partir daí, é simplesmente uma questão de postagem consistente (pelo menos uma vez por semana, idealmente mais) e manter a qualidade elevada.

O comprimento de cada post não importa tanto, mas ocasionalmente postar posts longos (800 palavras ou mais) vai ficar em bom lugar com o Google e vai ajudá-lo a fornecer ainda mais conteúdo para seus visitantes.

E se você não puder escrever?

Mas e se você não sabe escrever?

E se você não for lá muito bom em português?

Nesse caso, você precisa considerar a contratação de um escritor. Há um monte de escritores online, onde você pode comprar artigos de 500 palavras a partir de R$ 7,00.

Você não precisa gastar muito, mas é altamente recomendável que você evite os escritores muito mais barato (qualquer coisa abaixo de R$ 5,00 é arriscado), você deve paga por conteúdo da melhor qualidade.

Este é um investimento importante, porque você não será capaz de construir confiança no seu nicho e encontrar leitores regulares se o seu conteúdo está escrito em português demasiadamente errado ou com informações de pouco ou nenhum valor real.

Uma preocupação aqui é que você pode não saber como verificar se o conteúdo é bom.

A solução aqui é encontrar alguém que possa dizer a diferença e fazer com que verifiquem por você. Isso é muito importante.

Eu mesmo costumo reler meu próprio conteúdo várias vezes antes de postar.

Uma Introdução Básica ao Marketing de Mídia Social.

Uma Introdução Básica ao Marketing de Mídia Social.

Uma Introdução Básica ao Marketing de Mídia Social.

A chave para o marketing de mídia social eficaz é exatamente o mesmo que a chave para o marketing de conteúdo eficaz: fornecer de valor.

Infelizmente, isso é algo que um grande número de empresas não tem absolutamente nenhuma ideia de como fazer, que resulta em algumas mídias sociais muito mal geridas.

Dê uma olhada nas páginas de mídia social de suas empresas B2B típicas locais e você vai ver que eles tendem a postar alguns status pouco inspiradores e lugares enfadonhos.

Você verá coisas como: “Descubra por que nossa solução de gerenciamento de contatos é a melhor no mercado!”, e “Compre nosso sistema EPOS hoje para começar a servir melhor aos seus clientes!”

Isso não é nada além de autopromoção flagrante e nem mesmo autopromoção interessante.

Pergunte a si mesmo: por que alguém estaria interessado em seguir isso? O que eles estão ganhando lendo seus posts?

Uma das perguntas mais importantes a fazer quando se olha para a sua mídia social ou seu conteúdo é: você iria lê-lo se não fosse seu?

Se não, então você precisa fazer algo para torná-lo mais interessante!

Isso significa que sua mídia social precisa fornecer algum tipo de propósito para o espectador. Deve ser interessante, deve ser divertida, deve ser útil ou deve ser inspiradora.

As mídias sociais inspiradoras podem funcionar particularmente bem. Dê uma olhada no Instagram e você vai encontrar muitas contas cheias de pessoas vestindo roupas deslumbrantes, posando para mostrar seus músculos, ou mesmo apenas mostrando o seu estilo rico de vida.

Depois, há as contas de viagem com muitas imagens de belas montanhas e esplendoroso pôr do sol.

Por que esses trabalhos?

Porque as pessoas veem esses canais e se sentem inspiradas – elas vivem vicariamente através deles e gostam de sonhar acordadas sobre ter uma vida assim!

Elas sabem que se seguir essa conta, então lhes serão mostrados muito mais similarmente posts inspiradores e eles podem continuar a viver o sonho.

E adivinha? Quando você, promove uma peça de roupa ou um e-book sobre como ficar em forma, elas tendem a ouvir.

Exemplos de páginas populares no Facebook são coisas como: “IFL Science“, que coloca links para artigos com alguns títulos realmente atraentes e recebe toneladas de curtidas e toneladas de ações como resultado.

As melhores contas do Twitter são as administradas por marcas pessoais e que os fãs se sintam como se realmente os conhecesse a partir de seus insights em suas rotinas diárias, com piadas ou com dicas.

Quer fazer um splash no Pinterest? Então, comece a criação de uma pasta para mostrar sua vida mundo a fora. Ou para demonstrar grandes escolhas de vestimentas. Ou inspiração para o treino.

O objetivo novamente é fornecer valor real e a maneira de saber se você está fazendo isso bem é perguntar a si mesmo: as pessoas ficariam desapontadas se você parasse de postar na sua conta?

Não apenas no seu blog – mas seus canais de mídia social?

Sua mídia social precisa ser capaz de ficar de pé em seus próprios pés e ser algo que as pessoas gostam, por seu próprio direito. É assim que você ganha seguidores e ações e é assim que você faz as pessoas visitarem seu site e comprarem seus produtos.

Mais uma vez, a partir daí a chave é postar regularmente e ser consistente sobre se tópico. Não crie um blog sobre fitness, mas continuamente post nas suas mídias sociais sobre o seu amor por jardinagem ou as pessoas vão se cansar e vão sair.

Quão frequente deve ser isso?

Idealmente, quanto mais você publicar, melhor. Várias vezes por dia é geralmente recomendado, especialmente, desde que sites como o Facebook só irá mostrar cada post para uma pequena percentagem de seus seguidores.

Veja o artigo: Autoridade em mídias sociais.

Mais dicas para administrar sua mídia social corretamente 

Mais dicas para administrar sua mídia social corretamente

Veja aqui mais algumas dicas extras de internet marketing para mídias sociais, para ganhar mais seguidores e mais engajamento a partir de seus canais sociais.

Fornecer valor em um nicho maçante

Uma coisa que você pode estar se perguntando, é exatamente como você fornece este tipo de entretenimento, valor envolvente quando você administra um site sobre seguros de vida.

O que você poderia fazer no Instagram ou no Pinterest que seria apropriado para este nicho?

A resposta é pensar não sobre o serviço diretamente, mas sim sobre a proposição de valor e audiência.

Seu objetivo é publicar as coisas que serão interessantes para o mesmo demográfico e que será relevante – que não tem que significar que você só pode postar diretamente sobre o seguro de vida!

Um exemplo disso pode ser fazer uma conta no Instagram; tudo sobre maneiras de passar mais tempo com sua família e cuidar deles como uma mãe ou pai.

Isso tem um apelo muito amplo, mas também é diretamente relevante para o seguro de vida – porque seguros de vida é tudo sobre cuidar de sua família, uma vez que você se foi.

Pessoas que querem ser melhores Mães e Pais podem seguir o seu Instagram, que será no mesmo espírito que o seu negócio, e uma vez que você tem a atenção deles, você pode recomendar uma apólice de seguro de vida X.

Da mesma forma, você poderia fazer algo semelhante com uma conta no Pinterest. Que tal fazer isso; tudo sobre maneiras de economizar dinheiro como uma família?

Você poderia mostrar como poupar dinheiro, dicas de orçamento, etc e, em seguida, usar isso, a fim de promover o seu seguro de vida como a melhor opção financeira ou seu site como o melhor lugar para aprender sobre o seguro de vida e finanças.

Segmentação de uma audiência específica

Outra dica importante é pensar sobre o seu público e quem eles realmente são. Se você quiser que as pessoas compartilhem suas postagens (esta é a melhor maneira de garantir que elas alcancem o número máximo de pessoas), então você precisa ter certeza de que está direcionando seu público especificamente.

Isso é importante, visto que tentar alcançar uma audiência muito ampla, acabará por significar que você não atrai especificamente ninguém.

Este é o erro que muitas pessoas fazem com seus posts. Eles pensam que eles precisam apelar para todos e, assim, eles acabam com conteúdo muito genérico.

Mas o conteúdo funciona melhor quando se destina especificamente a um determinado tipo de pessoa.

Tudo isso se relaciona com a psicologia da partilha.

Por que compartilhamos conteúdo?

Existem duas razões simples: expressar-se ou comunicar-se.

Nós nos comunicamos compartilhando coisas que achamos que atrairão alguém que conhecemos. Se você vir um post sobre “Como trabalhar em casa transforma seu cérebro em uma desordem“, então você vai compartilhar isso com seu amigo A, que trabalha em casa sem muita produtividade, como uma maneira de ajudá-lo a trabalhar melhor em casa, ou talvez apenas como uma maneira de mostrar que você está pensando nele.

Se você trabalha em casa, então você pode publicá-lo para expressar como você se sente sobre o trabalho a partir de casa e para ajudar os outros a compreendê-lo melhor.

Mas observe que em ambos os cenários, o post só funciona porque se aplica tão especificamente para as pessoas que trabalham em casa.

Embora seja muito específico, pode parecer excluir clientes em potencial, torna muito mais fácil para você se comunicar com o mercado, com o tipo específico de pessoa que é susceptível de comprar de você.

E para fazer este trabalho você precisa passar algum tempo pensando no perfil dessa pessoa.

Como ela é?

Quantos anos ela tem?

Qual o seu gênero?

Quais são seus hobbies?

Quais são suas dores, seus problemas – o que os mantêm acordados à noite?

Em quais sites eles gastam mais tempo?

Você verá por que isso é ainda mais importante em breve…

Construindo uma marca forte

Uma vez que você tenha decidido como você vai fornecer valor, através da partilha de mensagens de blog, vídeos ou por postar imagens, então você precisa ter certeza de que você tem uma marca forte, que terá boa visibilidade e que vai amarrar seus canais de mídia social ordenadamente para o seu site.

É importante que quando alguém vê um post de seu blog, eles saibam que é a partir do mesmo site que viram no outro dia.

Portanto, certifique-se de que você tem um bom logotipo e use isso como sua imagem de perfil ou sua imagem de capa em cada conta. Da mesma forma, use o mesmo nome sempre que possível.

Outra dica é integrar suas mídias sociais e seu site o mais próximo possível.

Vai demorar um pouco para construir um impulso em sua mídia social, mas uma coisa que você pode fazer para ajudar, é adicionar botões de mídia social em seu site para que as pessoas possam verificar o seu Facebook diretamente do seu site.

Idealmente, você vai ganhar novos seguidores cada vez que alguém vai para o seu site e dessa forma, eles serão mais propensos a ver suas postagens futuras e compartilhá-las, trazendo ainda mais visitantes que posteriormente podem se tornar seus seguidores!

Também é importante pedir às pessoas para segui-lo em suas mídias sociais.

Isso é particularmente eficaz em vídeos – por isso, se você tem um canal no YouTube, não seja tímido, simplesmente peça para as pessoas assistindo seus vídeos para segui-lo no Twitter, no Facebook e lhes dê algumas boas razões para fazerem isso.

Da mesma forma, no final de uma postagem no blog, basta convidar aos seus leitores para compartilhar o post com seus amigos usando os botões de compartilhamento social que você forneceu.

Também é uma boa ideia integrar seus diferentes posts para economizar tempo e para garantir que você preencha cada canal com o máximo de conteúdo possível.

Por exemplo, você pode fazer isso para que você publique todos os Tweets na sua página do Facebook ou para que cada novo vídeo do YouTube seja automaticamente compartilhado no Twitter.

Interagir

Não se esqueça que a mídia social ainda é principalmente uma ferramenta de comunicação.

Uma das melhores maneiras de garantir que as pessoas estão envolvidas com você é realmente conversar com elas e fazer algo tão simples como apenas seguir as pessoas ou gostar de suas fotos.

Se você já usou Instagram, então provavelmente você vai estar familiarizado com o quão agradável é ver que alguém começou a segui-lo – especialmente se eles se parecem com uma marca profissional!

Da mesma forma, é ótimo quando recomendam ou dizem: ‘que foto legal!’.

Isso, então, poderá motivá-los a verificar o seu canal e, em muitos casos, a segui-lo!

Então, passe algum tempo em postagem e, claro, não se esqueça de responder às pessoas.

Promover concursos e pesquisar seu público também pode ser uma boa maneira de aumentar o envolvimento e obter uma ideia melhor do que seus seguidores querem ver de você!

Um bom exemplo de uma competição é conceder a um seguidor um presente livre se você alcançar “o número X de curtidas”.

Isso pode ajudá-lo a construir mais ações e mais seguidores, além de ser uma ótima maneira de agradecer aos seus fãs!

Introdução ao SEO.

Introdução ao SEO.

Introdução ao SEO.

Agora é hora de olhar para um dos maiores pilares do internet marketing: SEO.

SEO é ‘Search Engine Marketing’ e isso basicamente significa que você está tentando obter seu site no topo dos resultados das pesquisas do Google. Claro, você não vai ser capaz de mostrar na parte de cima cada resultado de pesquisa e por isso que as palavras-chave e segmentação vão entrar neste ponto.

Uma palavra-chave é essencialmente uma palavra ou uma frase que as pessoas digitam nos motores de busca para encontrar as informações que desejam, e acabam encontrando seu site.

Quando as pessoas vão às compras online, elas quase sempre começam com o Google. E quando começam com Google, começarão procurando pela coisa que querem. Muitas vezes, isso significa que elas procuram algo como “Comprar Chapéus Online“, ou “Curso de inglês online”.

Se você puder segmentar essa frase “precisa” para que sua página seja o resultado encontrado antes de outros, então você não só será capaz de atingir o público correto – mas você será capaz de direcioná no momento preciso que eles estão realmente planejando comprar alguma coisa!

A mesma coisa acontece quando alguém procura informações – eles podem procurar “Como perder peso após o Natal” ou eles podem procurar por “artigos de fitness“.

Novamente, você pode trazer mais pessoas para o seu site e dessa forma, esperamos criar mais seguidores leais, simplesmente certificando-se de que suas páginas aparecem como resultados superiores para os termos procurados.

Assim, SEO tem a enorme vantagem de ser altamente direcionado e permitir que você alcance alguém interessado nos temas em vez de apenas pessoas que são seus seguidores ou que fazem parte da mesma rede que seus seguidores.

O único problema é que SEO é também discutivelmente mais complicado do que outras formas de marketing que nós olhamos até agora. Nunca é garantido.

Isso quer dizer que você pode passar meses ou anos fazendo SEO e ainda não ver quaisquer melhorias.

Vamos dar uma olhada em por que isso acontece e como dar a si mesmo a melhor chance de sucesso.

Como funciona o SEO

A fim de chegar ao topo do Google, o objetivo é tentar entender como o Google funciona, como o Google decide quais sites valem a pena mostrar nas primeiras posições, em seguida, como você pode usar esses fatores, a fim de mover o seu site para o topo.

O Google usa “aranhas” ou “robôs”. Estes são pequenos programas que pesquisam na web seguindo de um link para o próximo.

Cada vez que encontram um site novo, adicionam então esse site a um índice gigante e avaliarão o assunto e a qualidade desse local olhando quem está ligando à página, como a página é colocada, qual é o assunto e se seu conteúdo é de qualidade.

Se soubéssemos exatamente como o algoritmo do Google funciona, então poderíamos chegar ao topo dos resultados das pesquisas com certeza garantida. Como nós não sabemos isto, tudo que nós podemos fazer é fazer suposições e uma dessas é que o maior fator de rankeamento do Google são a quantidade e a qualidade de outros sites apontando para o seu site ou blog.

SEO: Antes e agora

Quando o Google se tornou o motor de busca dominante, o algoritmo era bastante simples e era geralmente bastante bem compreendido pelos profissionais de marketing. Naquela época, sabíamos que:

O Google encontra sites procurando links a seguir em sites já no índice;

O Google pensa em um link como um testemunho. Quanto mais pessoas ligarem para o seu site, melhor será o seu site;

O Google tenta combinar os termos de pesquisa com o conteúdo de suas páginas. Se você repetisse a mesma frase com frequência suficiente, então você teria uma melhor chance de classificação para esse termo.

Naquela época, era fácil o suficiente para manipular o Google para fazer seu site aparecer nas buscas.

Tudo que você tinha que fazer era criar um site com algum conteúdo, repetir as mesmas palavras-chaves ao longo do texto e começar a linkar para você de outros locais.

Era literalmente uma questão de quem trabalhou mais rápido e poderia chegar ao topo do Google o mais rápido.

Infelizmente, porém, isso também levou a algumas práticas muito ruins. As pessoas começaram a escrever demasiadamente seus textos com palavras-chave, repetindo as mesmas frases uma e outra vez. Começaram a pagar por links.

Muitos ditos profissionais roubavam conteúdo e variavam as palavras (troca de palavras por sinônimos) e geralmente os resultados do Google começaram a se tornar dominados por spam.

Então, o Google apertou o cerco e introduziu algumas regras e algoritmos mais inteligentes. Essas atualizações ficaram conhecidas como ‘Penguin’ e ‘Panda’ e realmente abalaram a comunidade do internet marketing.

O novo Google é muito mais esperto quando vai procurar novos conteúdos e avalia agora a qualidade sobre a quantidade.

Alguns exemplos dessas mudanças são:

O Google agora penaliza os sites por “preenchimento exagerado de palavra-chave”. Recomenda-se geralmente uma densidade de 1-2%;

O Google agora prefere conteúdo mais longo e irá recompensá-lo por isso;

O Google penalizará os sites associados a sites de spam;

Links de baixa qualidade agora são inúteis;

Links de autoridades estabelecidas significam muito mais. Um único link de Harvard vale um milhão de links de sites de spam;

O Google agora entende sinônimos e termos relacionados e procurará que você escreva em torno de um assunto;

O Google penaliza sites com links de outros sites que não são de sites relacionados ao seu tema;

O Google limita com dificuldade os links pagos;

O Google limita com dificuldade o conteúdo roubado ou reformulado;

O Google agora pode monitorar quanto tempo as pessoas gastam em um site ou página. Se os visitantes ficarem apenas por um segundo antes de sair, o Google fará com que isso signifique que o seu site não oferece qualquer valor real e seu site pode ser penalizado.

Esta mudança resultou em um monte de sites sendo removidos do Google completamente, o que prejudicou gravemente muitas empresas. Como você pode imaginar, isso causou um monte de protestos!

Mas o que é importante lembrar é que os proprietários de sites não são os clientes que o Google está atendendo.

O Google serve aos usuários que desejam usar o Google para encontrar conteúdo de alta qualidade. Assim, o principal e único objetivo do Google é garantir que o conteúdo compartilhado seja relevante e interessante para as pessoas que procuram por ele.

Então, qual é a melhor maneira de lidar com o bom SEO?

Simples: certifique-se de que você está fornecendo regularmente conteúdo relevante. Ao fazer isso, você está alinhando-se com os objetivos do Google.

Portanto, cada mudança que o Google faz, em última análise, ajudará mais pessoas a encontrar o seu site. Enquanto isso, os sites que tentam “fazer spam” ou enganar o Google, será danificado cada vez que o Google tem uma atualização.

Práticas recomendadas de SEO moderno

Então, com tudo o que foi dito, como você vai realizar um bom SEO para o seu site nestes dias?

A primeira coisa a fazer, é preencher seu site com o máximo possível de conteúdo relevante. Observe como SEO e marketing de conteúdo naturalmente andam de mãos dadas.

Idealmente, esse conteúdo deve ser longo (pelo menos ocasionalmente) e deve conter links para outros sites. Novamente, as mesmas coisas que fazem o seu conteúdo de alta qualidade para seus leitores são as coisas que o Google quer ver.

Faça alguma pesquisa de palavras-chave para encontrar o que as pessoas estão procurando e o que você deve tentar segmentar para obter o tráfego ideal para o seu site.

Você pode encontrar o volume de pessoas que pesquisam termos específicos usando o Planejador de palavras-chave do Google:  (https://adwords.google.com/KeywordPlanner).

Tente se certificar de que os termos que você procura não são muito competitivos, no entanto, caso contrário você pode acabar indo contra muitos outros sites mais bem posicionados e com mais tempo de existência que o seu, dando-se uma tarefa impossível.

Conforme mencionado, porém, o Google não gosta de você continuar repetindo a mesma frase-chave mais e mais.

Em vez disso, o objetivo é encaixá-lo no conteúdo algumas vezes tão naturalmente quanto possível, incluindo sinônimos e terminologia relacionada. Isso deve acontecer naturalmente e nunca deve distrair o leitor.

A partir daqui você pode pensar sobre a construção de links de alta qualidade – de sites relevantes.

Existem alguns sites que o Google já confia e você pode detectar esses sites por olhar quais estão já estão no topo do Google e quais são apresentados no Google Notícias.

O Google também gosta de grandes marcas reconhecidas e gosta dos domínios .edu e .org.

Embora possa ser difícil obter links desses sites, você pode pensar nisso um pouco como ‘graus de separação’. Em outras palavras, se você não conseguir um link de Harvard, procure um site que tenha um link de Harvard e veja se você pode obter um link a partir deles!

Uma das melhores estratégias que você pode usar para construir links é algo chamado ‘Guest Posting’. Aqui, você vai essencialmente contatar grandes blogs e se oferecer para escrever um conteúdo para eles, de graça.

Este conteúdo precisa ser relevante e de alta qualidade, de modo que eles são tentados a publicá-lo. Ao invés de cobrar por sua escrita, você pode fazer um negócio em que você vai ter um link de volta para seu site, dentro do corpo do texto que você escreve.

SEO local

Uma maneira de evitar ir cabeça a cabeça com os maiores jogadores em seu nicho é focar no SEO local. SEO local é simplesmente SEO que coloca palavras-chave local na frente ou centro.

Então, se você mora em São José dos Campos e você procura um cabeleireiro, você iria tentar classificar para ‘São José dos Campos cabeleireiro’ e você iria construir links de outras empresas locais.

É muito mais fácil se tornar o número um para um termo de pesquisa específico como este e mesmo se você estiver administrando um negócio internacional, pode ser uma boa ideia começar local e, em seguida, ramificar para fora depois de ter construído um impulso local.

Palavras Finais

Evite qualquer coisa que pareça spam ou manipuladora. Tente evitar padrões e incentive seus visitantes a compartilhar seu conteúdo online. Isso é o que o Google realmente quer ver: sites com muitos links sobre a força de sua qualidade.

Uma maneira de fazer isso é escrever link isca. Este é o conteúdo que é tão útil, tão interessante ou tão chocante, que outras pessoas querem ligar a ele e incluí-lo em seus debates ou compartilhá-lo com os amigos.

Ao criar seus links, evite tentar usar apenas suas palavras-chave no texto âncora.

Às vezes a melhor âncora é apenas “Clique Aqui” ou “Este Artigo“. Novamente, isso parece mais orgânico e natural, o significa que o Google não vai pensar que você está pagando por seus links.

Não tente enganar o Google. Basta criar conteúdo de alta qualidade para seus leitores, mantendo os algoritmos do Google na parte traseira de sua mente.

Uma Introdução ao PPC.

Uma Introdução ao PPC.

Uma Introdução ao PPC.

Uma das grandes coisas sobre SEO é que uma vez que você subiu ao topo, não tem que lhe custar muito para ficar lá. O problema é que pode levar muito tempo para chegar a esse ponto.

PPC, entretanto, lhe oferece as forças e fraquezas. PPC significa ‘Pay Per Click’ e é a principal forma de publicidade online.

Pagar por clique significa essencialmente que, como um anunciante, você só é cobrado cada vez que alguém realmente clica em um de seus anúncios.

Assim, em outras palavras, não lhe custa nada ter seu anúncio publicado em um site – se ninguém clica nele, você nunca vai pagar um centavo.

Mas cada vez que alguém clica nele, você será cobrado X quantidade de dinheiro. Isso tem um monte de vantagens úteis, como fazem muitas das outras características do PPC. Então, vamos mergulhar um pouco mais nesse mundo e dar uma olhada.

Como funciona PPC

Então, quanto você paga por cada clique?

Onde seus anúncios serão exibidos?

Qual é a melhor maneira de ganhar mais dinheiro com PPC?

Essencialmente, você começa a decidir com precisão o quanto você quer pagar por cada clique. A ressalva é que quanto menos você paga, menos seu anúncio serão exibidos, logo, menos serão vistos.

Isso ocorre porque os anúncios são exibidos com base em um “sistema de lances”.

Sempre que um espaço se torna ao vivo, todos os anúncios relevantes serão comparados e aquele que pagar mais alto serão mostrados.

Isso significa que você pode obter cliques por 0,01 centavo se você estiver em um nicho com concorrência zero, mas para uma indústria mais competitiva, você pode acabar pagando R$ 5 por clique.

A boa notícia é que você só paga a quantia que você precisa para vencer a próxima competição. Portanto, se o seu lance máximo é de R$ 5, mas há apenas um concorrente que está pagando cerca de R$ 1, você receberá o anúncio por R$ 1,01.

Além de definir o quanto você está disposto a pagar – seu lance máximo – você também pode definir o quanto você está disposto a pagar por semana ou por mês.

Este é o seu orçamento e, definindo isso, você pode garantir que você nunca gasta mais dinheiro do que você tem ou está disposto a gastar.

A grande vantagem sobre este sistema é que você pode realmente garantir ROI para o seu negócio. Você faz isso calculando o quanto vai custar para trazer cada novo visitante para seu site – que será igual ao seu CPC.

Você então olha para a sua “taxa de conversão” (ou seja, qual porcentagem de novos visitantes se tornam clientes pagantes) e, em seguida, você compara esses números.

Assim, se 1 em cada 100 visitantes compra algo de você (uma taxa de conversão de 1%) e você ganha R$ 50 por venda, isso significa que cada visitante vale R$ 10/100, ou 0,5.

Enquanto você está pagando menos por clique, você deve ter lucro com a campanha. Isso também significa que você precisará de um orçamento diário de uma certa quantia para ver os retornos diários.

Segmentação de anúncios

Há outro grande benefício para a publicidade PPC. Ela ela permite que você alveje muito precisamente os tipos específicos de visitantes. Ou seja, seu público alvo específico.

Segmentação significa garantir que apenas as pessoas que você realmente deseja que vejam seus anúncios são as que vão vê-los, o que podem impedi-lo de desperdiçar dinheiro com publicidade para as pessoas que não estarão interessadas ​​em comprar de você.

Se você está vendendo skates para skatistas, então você deve perceber que sua taxa de conversão sobe significativamente versus tentar vender canetas para patinadores.

Então, como isso funciona?

Bem, há dois programas principais de PPC no momento. Estes são: Facebook Ads e Google AdWords (há outros, mas estes dois são os maiores momento em que escrevo).

O Google AdWords exibe anúncios em termos de pesquisa e, dessa forma, funciona como SEO.

Seu objetivo aqui é certificar-se de que você está pagando por seus anúncios para aparecer em termos de pesquisa com espectadores suficientes e que seus anúncios são direcionados para o seu público alvo preciso.

Você pode fazer isso usando termos de pesquisa local, ou você pode fazê-lo usando termos de pesquisa que se relacionam especificamente ao seu nicho.

Os anúncios do Facebook oferecem ainda mais opções de segmentação.

Com o Facebook Ads, seus anúncios serão exibidos nas páginas do Facebook dos usuários à direita ou em seus homefeeds.

Você pode então garantir que as pessoas só vejam os anúncios se eles têm a idade certa e o sexo, se eles têm os hobbies e interesses certos, se eles têm a renda certa e se estão no local certo.

O Google AdWords tem a vantagem de exibir anúncios para pessoas que estão atualmente pesquisando por serviços e produtos, enquanto os anúncios no Facebook podem ser interruptivos.

Você pode até usar o Google AdWords como uma maneira de testar se certas palavras-chave valem a pena prosseguir com o seu SEO.

Mas ao segmentar de forma direta apenas as pessoas que provavelmente estarão interessadas no seu produto, os Anúncios do Facebook permitem evitar o desperdício de dinheiro em cliques de pessoas que nunca teriam comprado de você!

Uma Introdução ao Marketing de afiliados.

Uma Introdução ao Marketing de afiliados.

Uma Introdução ao Marketing de afiliados.

Se você está vendendo um produto digital, então há outra maneira muito eficaz de fazer muito mais vendas e ganhar muito mais dinheiro, que é ter outros comerciantes promovendo seu produto para você.

A melhor maneira de fazer isso é via “marketing afiliados“. Aprender sobre marketing afiliados é importante se você quiser entender um monte de conversa que você vai encontrar em fóruns ou grupo de internet marketing e em outros lugares.

Essencialmente, um afiliado é alguém que promove um produto em troca de uma comissão. Então, se você vendeu um e-book por uma comissão de 40%, faria de você um afiliado desse produto.

Para fazer isso, basta usar um URL que é exclusivo para você. Quando alguém clica nesse link, eles serão redirecionados através de uma página que deixará um cookie em seu computador e eles serão identificados como tendo sido enviados por você.

Como o marketing de afiliados pode ajudá-lo a promover o seu produto

A grande vantagem em ter afiliados para ajudá-lo a promover seu produto é que você está, essencialmente, construindo um exército de afiliados, todos os quais serão capazes de ajudá-lo a obter mais vendas para o seu produto, consequentemente, mais dinheiro.

Se você puder vender 100 e-books a partir um quarto, você mesmo, imagine quantos e-books venderão quando você tem 1000 afiliados promovendo este mesmo e-book?

A chave para ter muitos afiliados não é ser ganancioso. É criar um grande produto que você sabe que vai vender bem (e que os afiliados vão acreditar e confiar no seu produto) e, em seguida, estar disposto a dar uma boa percentagem de seus lucros – cerca de 50%, idealmente.

Você pode então procurar afiliados listando seu produto em redes de afiliados como: Hotmart (https://www.hotmart.com/pt/), Eduzz (http://www.eduzz.com/), Monetizze (https://www.monetizze.com.br/).

Ou outras plataformas internacionais como: JVZoo (JVZoo.com). ClickBank (ClickBank.com) e Commission Junction (CJ.com).

Como ganhar dinheiro como afiliado

Ganhar dinheiro como afiliado também é uma estratégia muito importante para os profissionais de internet marketing.

Muitos comerciantes do internet marketing fazem dinheiro promovendo produtos de outras pessoas e este braço do internet marketing permite que ganhemos um bom dinheiro sem ter que investir tempo, esforço ou dinheiro para criar nossos próprios produtos.

Além do mais, selecionando um produto existente ao invés de criar um produto do zero, você pode remover o elemento de risco, concentrando-se em um produto que já está vendendo muito bem.

O marketing de afiliados é uma ótima maneira de rentabilizar um site e construir um negócio com zero investimento financeiro inicial.

Se você é um afiliado ou criador de algum produto, você vai descobrir que existem alguns termos e materiais diferentes que aparecem regularmente e que você vai acabar usando para construir sua campanha.

Estes materiais e termos incluem:

Funil de vendas – Um funil de vendas é uma seleção de postagens ou artigos gratuitos, uma lista de e-mails, talvez um relatório gratuito, acompanhado por um relatório pago e itens cada vez mais caros.

A ideia é que você está gradualmente introduzindo pessoas para sua marca e, em seguida, ajudá-los a investir cada vez mais em sua mensagem e tornar-se cada vez mais interessado em gastar mais com você.

Página de vendas – Uma página de vendas é uma página dedicada inteiramente à venda do seu produto. Isso significa que não haverá links externos, nem conteúdo distrativo ou imagens que distraiam os visitantes… apenas um ‘roteiro de vendas’ projetado para promover o produto e torná-lo altamente desejável. Isso será intercalado com os botões “Compre Agora” e usará uma escrita persuasiva.

Relatório gratuito – Um relatório gratuito é um pequeno trecho ou exemplo de seu funil de vendas.

VSL – A VSL é uma ‘Carta de Vendas de Vídeo’. Este é um script falado que funciona como cópia de vendas para envolver o visitante e levá-los a comprar.

Squeeze Page and Email Swipes – Email swipes são mensagens de marketing programadas. Vamos olhar um pouco mais em como uma Squeeze Page e uma lista e-mails trabalham juntos em um momento.

Como um comerciante, você pode criar estes materiais sozinho, obtê-los livres quando você se inscrever como afiliado de algum produto, ou usar outras estratégias para promover os produtos.

De qualquer forma, porém, a compreensão destes termos vai ser muito útil quando você está aprendendo sobre internet marketing. E neste guia de internet marketing para iniciantes, se faz necessário para que você já comece a se familiarizar com teias termos.

Bem-vindo ao mundo do marketing de afiliados

Vale a pena entender este conceito, como eu disse, ele aparece muito em fóruns e comunidades online. Na verdade, para muitas pessoas, internet marketing e marketing afiliado são um tanto quanto inseparáveis, uma vez que muitas pessoas tem seu negócio baseado apenas no marketing de afiliados.

Você vai encontrar isso quando você verificar sites como Warrior Forum e Black Hat World. Estes são fóruns onde os comerciantes da internet podem discutir ideias e dicas uns com os outros, bem como encontrar oportunidades, parceiros de negócios, clientes e serviços. Warrior Forum tem sua própria rede de afiliados.

Passar algum tempo nesses fóruns é uma maneira muito boa para se familiarizar com o mundo do internet marketing e tudo o que envolve esse mercado.

Você também vai encontrar uma tonelada de bons conselhos, bem como ser capaz de contratar escritores, empresas de SEO, web designers e outros profissionais para ajudá-lo a começar a sua campanha e colocá-la em funcionamento.

Aqui, você vai encontrar um monte de pessoas que vendem serviços de construção de link. Mas você deve ser cauteloso com esses links, pois são muitas vezes de baixa qualidade.

Passe algum tempo aqui, porém, para aprender e descobrir o que realmente significa ser um profissional do internet marketing.

Mais Estratégias: Analytics, Press Releases, Email Marketing, Marketing de Influência e Mais…

Mais Estratégias de Internet marketing para iniciantes

Mais Estratégias de Internet marketing para iniciantes.

Há muito, muitos mais aspectos para ser estudado no marketing na internet e temos apenas realmente riscado a superfície.

Dito isto, você deve saber agora todos os conceitos básicos e ter uma compreensão mais profunda do que a maioria das pessoas sobre o que é realmente susceptível de funcionar vs o que finalmente equivale a spam.

Antes de ir embora, existem apenas alguns conceitos a mais com os quais você precisa se familiarizar.

E-Mail Marketing

Se alguém aterrissar em seu site pela primeira vez e você tentar vender uma cópia do seu e-book ou um serviço, você  vai descobrir que o mais provável, mais do que qualquer coisa, que eles vão embora sem comprar nada de você.

Pense nisso um pouco como pedir o número de alguém antes que esse alguém tenha chance de conhecer você!

Muito mais inteligente, é passar algum tempo estabelecendo essa confiança e familiaridade. Mas você precisa garantir que eles voltem ao seu site para fazer isso.

É aqui que uma lista de e-mails entra: dá-lhe uma maneira de entrar em contato com seus visitantes diretamente e representa uma permissão para receber mensagens importantes.

Seu objetivo é, então, garantir que seus membros realmente mantenham a leitura de seu conteúdo, em vez de ignorar as suas mensagens e, a fim de fazer isso, você precisa garantir que você está fornecendo valor – muito valor, de forma gratuita.

Mensagens de e-mails podem ser lições, podem ser atualizações exclusivas, ou eles podem ser artigos completos, apenas certifique-se de que eles estão fornecendo valor aos seus assinantes.

Para começar a coletar e-mails, você vai precisar de uma ferramenta chamada autoresponder. Isto é o que lhe permitirá criar formulários, bem como permitir que você gerencie novos assinantes, pessoas que querem deixar sua lista, etc.

Alguns bons serviços de autoresponder são: Aweber (Aweber.com), GetResponse (GetResponse.com), MailChimp (MailChimp.com) e Mautic (https://www.mautic.org/).

Não ignore este aspecto do seu marketing – muitos “gurus do internet marketing” sugerem que é a ferramenta mais eficaz em seu arsenal!

Press Releases

Os comunicados de imprensa são documentos curtos que você envia para grandes sites e blogueiros. A ideia é fazer com que seu site ou seu produto soe como notícias, para que eles considerem escrever sobre isso.

O erro que muitos dos comerciantes fazem é pensar que podem apenas promover seu produto e que uma tomada da notícia vai ficar feliz em escrever sobre ele e fornecer-lhes essencialmente uma livre exposição.

Não é assim que funciona. Revistas e sites estão predominantemente interessados em fornecer valor aos seus leitores. Então, eles só contarão a sua história se ela for realmente interessante ou excitante.

Então, pergunte a si mesmo: como você pode fazer de sua marca algo pelo o que as pessoas estarão interessadas?

Um golpe publicitário é uma resposta. Fazer algo completamente original é outra.

Marketing de Influência

Ao invés de segmentação de blogs grandes, porém, por que não considerar alvejar os influenciadores menores?

Estes são blogueiros individuais, YouTubers, estrelas de mídia social e similares que têm milhares ou mesmo milhões de seguidores.

Se você pode convencê-los a indicar seu serviço (você pode patrociná-los para fazer isso ou oferecer algo de graça), então, eles podem lhe dar acesso instantâneo a uma audiência gigantesca e potencialmente transformar seu negócio durante a noite!

Analytics

Finalmente, não importa que estratégias você está usando em sua campanha de internet marketing, é absolutamente essencial você está regularmente verificando suas estatísticas e analytics para assegurar-se de que você esteja fazendo realmente algum progresso.

Veja quantos visitantes você está recebendo diariamente, veja quais atividades estão trazendo a você mais clientes e use essas informações para aperfeiçoar e melhorar sua campanha ao longo do tempo.

Existem várias ferramentas diferentes que você pode usar para fazer tudo isso, mas de longe o mais popular e capaz é o Google Analytics.

Se você está sério sobre o internet marketing, então você precisa se familiarizar com os termos e serviços do mercado.

Conclusão

Este artigo lançou um monte de informações sobre você de uma vez e ainda há mais a aprender. Infelizmente, essa é a natureza da fera. Internet marketing é um assunto enorme e você nunca terá aprendido tudo.

Além disso, é também um assunto que está constantemente mudando e evoluindo, então você nunca vai saber absolutamente tudo o que há para saber.

Mas o que espero com este artigo é:

a) dar-lhe uma base sólida de conhecimento para começar;

b) ajudá-lo a tomar algumas decisões inteligentes e evitar alguns dos maiores erros que os novos comerciantes cometem.

A maior lição que eu quero que você leve para casa de tudo isso é que você deve trabalhar de forma inteligente, não demasiadamente duro, mas inteligentemente. Isso não significa que você vai ter moleza – longe disso.

A chave para obter vitórias fáceis é criar coisas que as pessoas realmente querem ver e querem compartilhar. Conteúdo que o Google quer que seus usuários encontrem e conteúdo que criará confiança e autoridade em seu nicho.

Isso significa escrever sobre um assunto que você está apaixonado, significa trazer algo genuinamente diferente e exclusivo para a mesa e criar um site deslumbrante com imagens gloriosas e uma marca forte.

Bom SEO e bom marketing significa contar histórias incríveis e criar conteúdo incrível.

Clique Aqui Para se Aprofundar ainda mais no Assunto!

Sobre o autor | Website

Olá, meu nome é Valderlei de Jesus, proprietário e administrador do blog. Sou autor do livro digital VOCÊ PODE SER RICO e também do livro A Filosofia do Sucesso, também digital. Sou o criador do blog Viver Com Prosperidade, o melhor blog de desenvolvimento pessoal do Brasil, com mais de 20.000 assinantes.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!